Evaluation of different rotary devices on bone repair in rabbits

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2007-01-01
Autores
Ribeiro Junior, Paulo Domingos
Barleto, Christiane Vespasiano
Ribeiro, Daniel Araki [UNIFESP]
Matsumoto, Mariza Akemi
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
In oral surgery, the quality of bone repair may be influenced by several factors that can increase the morbidity of the procedure. The type of equipment used for ostectomy can directly affect bone healing. The aim of this study was to evaluate bone repair of mandible bone defects prepared in rabbits using three different rotary devices. Fifteen New Zealand rabbits were randomly assigned to 3 groups (n=5) according to type of rotary device used to create bone defects: I - pneumatic low-speed rotation engine, II - pneumatic high-speed rotation engine, and III - electric low-speed rotation engine. The anatomic pieces were surgically obtained after 2, 7 and 30 days and submitted to histological and morphometric analysis. The morphometric results were expressed as the total area of bone remodeling matrix using an image analysis system. Increases in the bone remodeling matrix were noticed with time along the course of the experiment. No statistically significant differences (p>0.05) were observed among the groups at the three sacrificing time points considering the total area of bone mineralized matrix, although the histological analysis showed a slightly advanced bone repair in group III compared to the other two groups. The findings of the present study suggest that the type of rotary device used in oral and maxillofacial surgery does not interfere with the bone repair process.
A ostectomia é uma manobra cirúrgica fundamental que pode afetar a reparação tecidual de modo a aumentar a morbidade do procedimento. O tipo de equipamento e/ou instrumental utilizado para a ostectomia pode influenciar diretamente no reparo ósseo. O objetivo deste trabalho foi analisar o processo de reparação óssea em defeitos realizados em mandíbula de coelho com três diferentes equipamentos. Quinze coelhos foram aleatoriamente divididos em 3 grupos (n=5) de acordo com o equipamento usado para preparacão de 3 cavidades ósseas com brocas padronizadas: I) motor de baixa rotação pneumático, II) motor de alta rotação pneumático e III) motor de baixa rotação elétrico, todos com refrigeração constante. Após os períodos experimentais de 2, 7e 30 dias, as peças anatômicas foram removidas e submetidas a análises microscópica e histomorfométrica. Não houve diferença estatisticamente significante (p>0,05) entre os grupos nos 3 períodos experimentais, considerando-se a área total de matriz óssea mineralizada, embora a análise microscópica tenha revelado uma tendência a um processo de reparação óssea um pouco mais adiantado no grupo III, quando comparado aos demais grupos. Os resultados deste estudo sugerem que o tipo de equipamento rotatório utilizado em cirurgia bucomaxilofacial não interfere no reparo ósseo.
Descrição
Citação
Brazilian Dental Journal. Fundação Odontológica de Ribeirão Preto, v. 18, n. 3, p. 215-219, 2007.