The role of sleep in migraine attacks

Nenhuma Miniatura disponível
Data
1993-11-01
Autores
Inamorato, Elaine
Minatti-hannuch, Suzanmeire N. [UNIFESP]
Zukerman, Eliova [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Migraine attacks may be precipitated by sleep deprivation or excessive sleep and sleep is also associated with relief of migraine attacks. In view of this variable relationship we studied the records of 159 consecutive outpatients of our Headache Unit. In 121 records there was reference to sleep involvement, in 55% by a single form and in 45% by more than one form. When only one form was related, relief was most common (70%). 30% of that group of patients had the migraine attack precipitated by sleep, 24% by deprivation and 6% by sleep excess. When the effects of sleep were multiple, these effects were as expected logically in 65%: «in accordance» group (e.g attack precipitated by sleep deprivation and relieved by sleep onset. In a second group, («conflicting») where the involvement was not logical, there were three different combinations of sleep involvement, possibly due to more than one pathophysiological mechanism.
Crises de enxaqueca podem ser precipitadas por deprivação ou excesso de sono e o sono também se encontra associado ao alívio de crises de enxaqueca. Dada essa variabilidade de relação, estudamos os registros de 159 pacientes de ambulatório vistos consecutivamente no SITC. Em 121 havia referência a relação com o sono, em 55% de uma só maneira e em 45%, de mais de uma. Quando apenas um modo foi relatado, o alívio foi mais frequente (70%). 30% desse grupo de pacientes apresentavam crise de enxaqueca precipitada pelo sono, 24% por deprivação e 6% por excesso de sono. Quando eram múltiplos os efeitos do sono, eram eles os logicamente esperados em 65%: grupo «de acordo» (exemplo: crise precipitada por deprivação de sono e aliviada no início do sono). Em um segundo grupo («conflitante») a relação não era lógica, três tipos diversos de combinação do relacionamento tendo sido encontrados, possivelmente devido à participação de mais de um mecanismo fisiopatológico.
Descrição
Citação
Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 51, n. 4, p. 429-432, 1993.
Coleções