Tradução e adaptação cultural do WORC: um questionário de qualidade de vida para alterações do manguito rotador

Imagem de Miniatura
Data
2006-09-01
Autores
Lopes, Ad [UNIFESP]
Stadniky, Simone Pivaro [UNIFESP]
Masiero, Danilo [UNIFESP]
Carrera, Eduardo Frota [UNIFESP]
Ciconelli, Rozana Mesquita [UNIFESP]
Griffin, S
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
OBJECTIVE: To accomplish the translation of WORC (The Western Ontario Rotator Cuff Index) into Portuguese and its cultural adaptation, for future validation in Brazil. METHOD: The protocol applied consisted of: 1) Preparation; 2) Forward translation; 3) Back translation; 4) Cognitive Debriefing; and 5) Information report. After concluding the forward and back-translations, the versions were sent to the authors of the original questionnaire, who gave their approval for the study to be continued. The Portuguese version was applied to 35 patients with rotator cuff dysfunctions to verify the level of understanding of the instrument. The mean age of these patients was 57 years (SD = 13); 63% were female and 74% had not completed elementary school. The final Brazilian version of WORC was defined after achieving a no comprehension rate of less than 15% for each item. Descriptive statistics were used to analyze the variables. RESULTS: Some terms and expressions were changed or replaced to obtain cultural equivalence for WORC. The terms that were incomprehensible to the patients were changed in accordance with their own suggestions. CONCLUSION: After the translation and cultural adaptation of the questionnaire, the final Portuguese version of WORC was concluded and it is now undergoing validation for use in Brazil.
OBJETIVO: Realizar a tradução e a adaptação cultural do questionário WORC (The Western Ontario Rotator Cuff Index) para a língua portuguesa para ulterior validação no Brasil. MÉTODOS: O protocolo aplicado consistiu em: 1) Preparação, 2) Tradução, 3) Tradução de volta à língua original (retro-tradução), 4) Interrogatório Cognitivo e 5) Relato de Informações. Ao serem concluídas as etapas de tradução e retro-tradução, as versões foram enviadas para os autores do WORC original, que as aprovaram para continuação do estudo. A versão em Português foi aplicada a 35 pacientes com disfunções do manguito rotador para verificar o nível de compreensão do instrumento. A idade média foi 57 anos (DP=13), 63% eram do sexo feminino e 74% tinham nível de escolaridade de primeiro grau incompleto. A versão brasileira final do WORC foi definida após se conseguir menos que 15% de não compreensão em cada item. Para análise das variáveis, foi utilizada estatística descritiva. RESULTADOS: Realizaram-se mudanças e substituições de termos e expressões para obter equivalência cultural do WORC. Alteraram-se também os termos não compreendidos pelos pacientes de acordo com as sugestões feitas por eles. CONCLUSÃO: Após a tradução e adaptação cultural do questionário, foi concluída a versão em Português do WORC que está em processo de validação para ser utilizada no Brasil.
Descrição
Citação
Brazilian Journal of Physical Therapy. Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia , v. 10, n. 3, p. 309-315, 2006.
Coleções