Biópsia pulmonar percutânea guiada por tomografia computadorizada: dados de um hospital

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2006-08-01
Autores
Carazzai, Emílio Humberto
Andreosi, Maristela
Gonzalez, Fábio Mota
Uzêda, Sandra de Quadros [UNIFESP]
Tornin, Olger de Souza
Rossi, Marcelo D'andrea
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
OBJECTIVE: To present the experience of Santa Cecília Hospital (São Paulo, SP, Brazil) radiology service in the handling of computed tomography-guided fine-needle aspiration biopsy and percutaneous core biopsy of pulmonary lesions, analyzing their importance and associated complications. MATERIALS AND METHODS: One hundred and sixty-eight computed tomography-guided biopsies were performed in 84 men and 84 women. Sixty-four patients underwent fine-needle aspiration biopsy, 68 underwent percutaneous core biopsy and 36 patients underwent both techniques. RESULTS: Pneumothorax occurred in 38 patients, and pulmonary hemorrhage in then cases. The biopsied lesions ranged in size from 0.5 to 15 cm. The diagnosis was achieved at the first attempt in 132 cases and at the second attempt in ten cases. CONCLUSION: The accuracy of fine-needle aspiration and percutaneous core biopsies depends both on the size of the lesion and the patient's cooperation. These techniques are relatively safe and present a high diagnostic accuracy when performed by an experienced professional.
OBJETIVO: Apresentar a experiência do serviço de radiologia do Hospital Santa Cecília, São Paulo, SP, no manejo das biópsias pulmonares por aspiração através de agulha fina e biópsias por fragmentos guiadas por tomografia computadorizada e a análise de sua importância e associação com suas complicações. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram analisadas 168 biópsias guiadas por tomografia, sendo 84 em homens e 84 em mulheres. Utilizou-se a técnica de biópsia por aspiração por agulha fina em 64 pacientes, a técnica de biópsia por fragmento em 68 pacientes e ambas as técnicas em 36 pacientes. RESULTADOS: Pneumotórax ocorreu em 38 pacientes e a hemorragia pulmonar, em dez pacientes. As dimensões das lesões biopsiadas variaram de 0,5 cm até 15 cm. O diagnóstico foi realizado na primeira tentativa em 132 casos e na segunda tentativa em dez casos. CONCLUSÃO: A acurácia das biópsias aspirativas por agulha fina e por fragmento de lesões pulmonares depende do tamanho da lesão e da colaboração do paciente. Essas técnicas são relativamente seguras e têm acurácia diagnóstica elevada quando feitas por um profissional experiente.
Descrição
Citação
Radiologia Brasileira. Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, v. 39, n. 4, p. 277-282, 2006.