Show simple item record

dc.contributor.authorFaria, Simone Damasceno De [UNIFESP]
dc.contributor.authorTesta, Jose Ricardo Gurgel [UNIFESP]
dc.contributor.authorBorin, Andrei [UNIFESP]
dc.contributor.authorToledo, Ronaldo N. [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-06-14T13:32:07Z
dc.date.available2015-06-14T13:32:07Z
dc.date.issued2006-06-01
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992006000300008
dc.identifier.citationRevista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 72, n. 3, p. 341-347, 2006.
dc.identifier.issn0034-7299
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3074
dc.description.abstractAIM: standardization of the technique to section the extratemporal facial nerve in rats and creation of a scale to evaluate facial movements in these animals before and after surgery. STUDY DESIGN: Experimental. METHOD: twenty Wistar rats were anesthetized with ketamine xylazine and submitted to sectioning of the facial nerve near its emergence through the mastoid foramen. Eye closure and blinking reflex, vibrissae movement and positioning were observed in all animals and a scale to evaluate these parameters was then created. RESULTS: The facial nerve trunk was found between the tendinous margin of the clavotrapezius muscle and the auricular cartilage. The trunk was proximally sectioned as it exits the mastoid foramen and the stumps were sutured with a 9-0-nylon thread. An evaluation and graduation scale of facial movements, independent for eye and vibrissae, was elaborated, together with a sum of the parameters, as a means to evaluate facial palsy. Absence of eye blinking and closure scored 1; the presence of orbicular muscle contraction, without blinking reflex, scored 2; 50% of eye closure through blinking reflex, scored 3, 75% of closure scored 4. The presence of complete eye closure and blinking reflex scored 5. The absence of movement and posterior position of the vibrissae scored 1; slight shivering and posterior position scored 2; greater shivering and posterior position, scored 3 and normal movement with posterior position, scored 4; symmetrical movement of he vibrissae, with anterior position, scored 5. CONCLUSION: The rat anatomy allows easy access to the extratemporal facial nerve, allowing its sectioning and standardized suture. It was also possible to establish an evaluation and graduation scale of the rat facial movements with facial palsy based on the clinical observation of these animals.en
dc.description.abstractOBJETIVOS: Padronização da técnica de secção do nervo facial extratemporal em ratos e elaboração de uma escala de avaliação da mímica facial desses animais antes e após essa secção. TIPO DE ESTUDO: Experimental. MÉTODO: Vinte ratos Wistar foram anestesiados com xilasina e ketamina e submetidos à secção do nervo facial próximo à sua emergência pelo forame mastóideo na pele. Todos os animais foram avaliados. Foram observados: fechamento ocular, reflexo de piscamento, movimentação e posicionamento das vibrissas, e foi elaborada uma escala de avaliação e graduação destes parâmetros. RESULTADOS: O tronco do nervo facial foi encontrado entre a margem tendinosa do músculo clavotrapézio e a cartilagem auricular. O tronco foi seccionado proximal à sua saída pelo forame mastóideo e os cotos foram suturados com nylon 9-0. Foi elaborada uma escala de avaliação e graduação da mímica facial independente para olho e vibrissa e a somatória dos parâmetros, como forma de avaliar a face paralisada. A ausência de piscamento e de fechamento ocular recebeu valor 1; a presença de contração do músculo orbicular, sem reflexo de piscamento, valor 2; fechamento ocular de 50% através de reflexo de piscamento, valor 3, o fechamento de 75%, valor 4. A presença de reflexo de piscamento com fechamento ocular completo recebeu valor 5. A ausência de movimento e posição posterior das vibrissas recebeu pontuação 1; tremor leve e posição posterior, pontuação 2; tremor maior e posição posterior, pontuação 3 e movimento normal com posição posterior, pontuação 4. A movimentação simétrica das vibrissas, com posição anterior recebeu pontuação 5. CONCLUSÃO: O rato apresenta anatomia que permite fácil acesso ao nervo facial extratemporal, possibilitando secção e sutura desse nervo de forma padronizada. Também foi possível estabelecer uma escala de avaliação e graduação da mímica facial dos ratos com paralisia facial a partir da observação clínica desses animais.pt
dc.format.extent341-347
dc.language.isopor
dc.publisherABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
dc.relation.ispartofRevista Brasileira de Otorrinolaringologia
dc.rightsAcesso aberto
dc.subjectevaluationen
dc.subjectsurgeryen
dc.subjectfacial nerveen
dc.subjectfacial palsyen
dc.subjectratsen
dc.subjectavaliaçãopt
dc.subjectcirurgiapt
dc.subjectnervo facialpt
dc.subjectparalisia facialpt
dc.subjectratospt
dc.titlePadronização das técnicas de secção do nervo facial e de avaliação da mímica facial em ratospt
dc.title.alternativeStandardization of techniques used in facial nerve section and facial movement evaluation in ratsen
dc.typeArtigo
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.description.affiliationUNIFESP
dc.description.affiliationUNIFESP-EPM
dc.description.affiliationUnifespUNIFESP, EPM
dc.identifier.fileS0034-72992006000300008.pdf
dc.identifier.scieloS0034-72992006000300008
dc.identifier.doi10.1590/S0034-72992006000300008
dc.description.sourceSciELO


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record