Proposta de medição da posição vertical da laringe em repouso

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2005-06-01
Autores
Brasil, Osiris de Oliveira Campones do [UNIFESP]
Yamasaki, Rosiane Kimiko [UNIFESP]
Leão, Sylvia Helena de Souza [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
AIM: The purpose of this research is to propose a procedure to measure the vertical larynx position in the neck at rest in young adults without vocal complaint. STUDY DESIGN: Transversal cohort study. MATERIAL AND METHOD: There were 68 subjects, aged between 18 to 44 years, 33 female and 35 male. The anatomical landmarks used for this research study were the right and left jaw angle (RJA and LJA), the centre of the cricoid arch cartilage (CC) and the centre of the sternal furculum (SF). In order to obtain the measures, the subjects were asked to be sitting still with their heads stretched up to the highest possible position. The devices used were a drawing compass and a 20-centimeter ruler. RESULTS: The measurement procedure proved to be easy and it did not show any discomfort to the participants. There was no statistically significant difference between genders related to the vertical larynx position in the neck; however the women presented higher larynx position than men. The vertical larynx position was easily obtained and it seems to be a very interesting parameter to intra-subject clinical follow-up.
OBJETIVO: Esta pesquisa tem como objetivo propor uma forma de medir a posição vertical da laringe (PVL) no pescoço, em repouso, de adultos jovens sem queixas vocais. FORMA DE ESTUDO: Estudo de coorte transversal. MATERIAL E MÉTODO: Participaram da pesquisa 68 sujeitos, faixa etária de 18 a 44 anos de idade, sendo 33 do sexo feminino e 35 do sexo masculino. Os pontos de referência utilizados para a pesquisa foram os ângulos da mandíbula direito e esquerdo (AMD e AME), o centro do arco da cartilagem cricóidea (CC) e o centro da fúrcula esternal (FE). Para a obtenção das medidas, os sujeitos foram orientados a permanecerem sentados com a cabeça em hiperextensão máxima. Os materiais utilizados foram um compasso e uma régua de 20cm. RESULTADOS: A obtenção das medidas se mostrou ser de fácil realização e não apresentou qualquer tipo de desconforto aos participantes. Houve diferença estatisticamente significante entre os sexos feminino e masculino quanto à posição vertical da laringe, sendo que as mulheres apresentaram a laringe em posição mais alta que os homens. A posição vertical da laringe foi de fácil obtenção e parece ser um parâmetro muito interessante no acompanhamento clínico intra-sujeitos.
Descrição
Citação
Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 71, n. 3, p. 313-317, 2005.