Estudo da adesao ao tratamento clinico no transtorno de personalidade borderline

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2007
Autores
Tanesi, Patricia Helena Vaz [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Introdução: Adesao e um comportamento complexo, envolve desde pequenas recusas ao tratamento ate o usa inadequado dos servicos de Saúde e abandono do tratamento. Objetivo: Descrever os fatores que interferem na adesao ao tratamento em pacientes com transtorno de personalidade borderline. Metodos: Analise qualitativa de um grupo de sete pacientes submetidos a entrevista aberta, questionario psicossocial, classificacao diagnostica pela SCID I e II, acompanhamento clinico e avaliacoes psicologicas. Resultados: Os sete comportamentos descritos que dificultaram ou impossibilitaram a adesao ao tratamento foram a impulsividade, atitude manipulativa, dissociacaao ideo-afetiva, tentativa de suicidio, tendencia a regressao, hostilidade e agressividade. Conclusao: Os casos que abandonaram o tratamento colocaram a equipe em uma situacao de impotencia e apelo para estrategias sociais como forma de manejo da situacao. E levantada hipotese de que familiares voltados para o desenvolvimento do paciente podem ser importantes para a adesao ao tratamento. Os casos que nao abandonaram o acompanhamento a nao-adesao se manifestou como ataques ao vinculo, ataques a melhora, e agressividade voltada a equipe e a instituicao. Foram levantadas as hipoteses de que para estes casos e importante estabelecer metas realisticas, modestas em termos de mudancas, envolver uma equipe multidisciplinar com retaguarda institucional e o estudo da psicodinamica de cada caso, pois cada um tem suas particularidades
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2007. 109 p.
Coleções