O efeito do processamento seminal e a integridade do DNA nuclear do espermatozoide humano

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2006
Autores
Stevanato, Juliana [UNIFESP]
Orientadores
Cedenho, Agnaldo Pereira [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Objetivo: Avaliar o efeito da centrifugacao em gradiente de densidade descontinuo na taxa de fragmentacao em fita dupla do DNA dos espermatozoides. Metodos: Foi realizado um estudo prospectivo e pareado, constituido de 35 amostras seminais antes e depois do processamento seminal em gradiente de densidade descontinuo, provindas de pacientes encaminhados ao Ambulatorio de Reproducao Humana para tratamento de infertilidade conjugal atraves das tecnicas de Reproducao Assistida. As amostras foram colhidas por masturbacao apos um periodo de 2 a 7 dias de abstinencia ejaculatoria e em seguida analisadas de acordo com os criterios da Organizacao Mundial da Saúde (OMS). As amostras foram divididas em duas aliquotas (antes do processamento seminal e depois do processamento seminal) para subsequente avaliacao da motilidade e integridade do DNA espermatico atraves da tecnica do TUNEL, que avalia fragmentacao apoptotica do DNA dos espermatozoides. A integridade do DNA foi avaliada por microscopia optica e expressa em porcentagem de espermatozoides com fragmentacao apoptotica no DNA por amostra. Resultados: A motilidade pos-processamento seminal foi maior do que a motilidade pre¬-processamento (86,6; 17,7 por cento e 60; 14,4 por cento, respectivamente, p <0,0001), no entanto nao foi observada diferenca na fragmentacao apoptotica do DNA dos espermatozoides apos o processamento seminal nas amostras analisadas (antes do processamento seminal: 5; 4,3 por cento e apos 5; 4,5 por cento, p=0,958). Ja as amostras seminais com alteracoes nas variaveis seminais apresentaram maiores porcentagens de celulas com fragmentacao apoptotica do DNA, em relacao as amostras que nao apresentaram alteracoes seminais (Pre-processamento - 8; 4 por cento e 4,5; 3,3 por cento respectivamente, p= 0,011 e pos-processamento - 7,7; 5,1 por cento e 4,4; 3,1 por cento respectivamente, p= 0,027). Mas nao houve melhora na porcentagem de fragmentacao apoptotica do DNA das amostras com e sem variacao seminal apos o processamento (p= 0,929). Conclusao: Nas condicoes deste estudo, o processamento seminal pela centrifugacao em gradiente de densidade descontinuo de duas camadas nao produz efeito na fragmentacao apoptotica do DNA dos espermatozoides, e apesar de pacientes com alteracao seminal apresentarem maior taxa de fragmentacao apoptotica no DNA dos espermatozoides, o processamento seminal nao melhorou os resultados em nenhum dos dois grupos. Portanto atencao especial deve ser dada aos pacientes que apresentam altas taxas de...(au)
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2006. 55 p.