Avaliação do efeito da hipóxia intermitente na expressão e atividade da Neprilisina (EC 3.4.24.11), uma protease envolvida na Doença de Alzheimer

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2014
Autores
Oliveira, Renato Watanabe de [UNIFESP]
Orientadores
Chagas, Jair Ribeiro [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
A hipoxia e caracterizada pela reducao de oxigenio no sangue e esta relacionada a diversas patologias, entre elas a Sindrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS). Suas consequencias ainda nao estao completamente esclarecidas, mas evidencias da literatura demonstram que a hipoxia induz alteracoes bioquimicas com reflexos em aspectos comportamentais e importantes consequencias em diversos sistemas, como o sistema nervoso central, respiratorio e cardiovascular. A hipoxia e a idade apresentam uma intima correlacao com o desenvolvimento da Doenca de Alzheimer. A neprilisina (EC 3.4.24.11) e uma metaloprotease presente em diversos tecidos como rins, intestino, pulmao, cerebro, entre outros. Ja esta demonstrado que uma das principais atividades da enzima no cerebro e a degradacao do peptideo β amiloide, um dos principais responsaveis pelo surgimento e agravamento da Doenca de Alzheimer. Assim, nosso objetivo foi avaliar os efeitos da hipoxia intermitente, um modelo de SAOS, na expressao e atividade da neprilisina e na memoria e aprendizado dos animais. Metodos: Ratos machos wistar foram separados em 3 grupos: Controle, Hipoxia e Rebote. Os grupos hipoxia intermitente e rebote foram submetidos ao protocolo de hipoxia intermitente (HI-ciclos de 3 min de 21% a 5% de O2) das 8 as 16h, por seis semanas. Apos a HI, o grupo rebote foi mantido por 2 semanas em condicoes de normoxia. Realizou-se os ensaios do Labirinto aquatico de Morris (LAM), de RT-PCR, Western blot e de atividade enzimatica para neprilisina e para proteina precursora amiloide (APP) nas regioes cerebrais do hipocampo, cortex frontal e temporal. Resultados: A HI nao promoveu alteracoes na memoria e aprendizado dos animais, avaliados por LAM. Os ensaios de RT-PCR, Western blot e atividade enzimatica demonstraram um aumento da enzima seletivamente na regiao do cortex temporal. A expressao proteica da proteina precursora amiloide se manteve inalterada. Conclusoes: Apesar da HI nao afetar o desempenho dos animais no LAM, houve o aumento da expressao e atividade da enzima seletivamente no cortex temporal, uma area relacionada a cognicao, podendo levar a alteracoes ainda nao esclarecidas
Descrição
Citação
OLIVEIRA, Renato Watanabe de. Avaliação do efeito da hipóxia intermitente na expressão e atividade da Neprilisina (EC 3.4.24.11), uma protease envolvida na Doença de Alzheimer. 2014.141 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2014.