Efeito neuroprotetor da curcumina em filhotes de ratas tratadas desde o acasalamento até a lactação e submetidos à isquemia cerebral.

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2013
Autores
Telles, Maria Valeria Leimig [UNIFESP]
Orientadores
Scerni, Débora Amado [UNIFESP]
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Curcuma longa (Zingiberaceae) e uma planta medicinal oriunda da Asia, rica em curcuminoides entre os quais a curcumina e o componente bioativo mais importante. A curcumina apresenta propriedades farmacologicas, como atividades anti-inflamatoria e antioxidante, entre outras. Este trabalho avaliou os possiveis efeitos neuroprotetores da curcumina em filhotes de ratas submetidos a isquemia cerebral transitoria global cujas maes, foram tratadas cronicamente (desde o acasalamento ate a lactacao) com curcumina (25 e 50 mg/kg, v.o.). As maes dos filhotes dos grupos falso operados receberam agua destilada e dois grupos foram tratados com curcumina nas mesmas doses. Dez dias apos o nascimento dos filhotes, apenas os machos foram selecionados: FO (falso-operados) maes nao tratadas de filhotes falso-operados, FO+C25 e FO+C50 (maes tratadas com curcumina 25 e 50 mg/kg de filhotes falso-operados), ISQ (isquemiados) maes nao tratadas de filhotes isquemiados e ISQ+C25 e ISQ+C50 (maes tratadas com curcumina 25 e 50mg/kg de filhotes isquemiados). A isquemia consistiu na oclusao da arteria carotida esquerda durante 15 min seguida de reperfusao. Os filhotes do grupo FO foram submetidos ao procedimento cirurgico, exceto a oclusao da carotida. Todos os grupos foram eutanasiados no 1º, 3º, 7º, e 14ºdia pos-isquemia para disseccao do corpo estriado, hipocampo e realizacao de estudos: neuroquimicos (determinacoes de DA e DOPAC), histologico (violeta de cresil) e imunohistoquimicos (iNOS, TNF-alfa e COX-2). Somente o grupo de 14 dias pos-isquemia, foi avaliado quanto as alteracoes comportamentais: (testes do campo aberto, esquiva passiva e labirinto aquatico). Os dados foram analisados por ANOVA, seguido por Newman-Keuls, como o teste post hoc, e considerados significativos quando p<0,05. Observamos que a isquemia aumentou a atividade locomotora e o comportamento de rearing, em relacao ao grupo FO, e o tratamento com curcumina reverteu esta alteracao. Nenhuma mudanca se observou com os testes de esquiva passiva e labirinto aquatico. Os ensaios neuroquimicos revelaram reducoes de 79%, 57% e 29%, dos niveis de DA, nos 1º, 7º e 14º dias apos a isquemia em filhotes cujas maes nao foram tratadas, em relacao ao grupo FO. No entanto, as concentracoes de DA no grupo isquemiado, foram semelhantes as do grupo FO no 3° dia apos a isquemia. As alteracoes nos niveis de DA, nos dias 1º, 7º e 14º apos a isquemia, foram revertidas pela curcumina. Da mesma forma, as concentracoes de DOPAC diminuiram em 58%, 71% e 65%, nos dias 1º, 7º e 14º apos a isquemia, e nenhuma alteracao se verificou no 3º dia. Embora este efeito tambem tenha sido revertido no grupo isquemiado e tratado com curcumina, nos dias 1º e 7º apos a isquemia, nenhum efeito foi visto no 14º dia. A coloracao com violeta de cresil mostrou a presenca de neuronios viaveis em todas as areas dos grupos FO e isquemiados tratados, enquanto o grupo isquemiado nao tratado revelou alteracao na citoarquitetura neuronal, no 1° dia apos a isquemia. As celulas imunopositivas para iNOS foram observadas em todas as areas, no grupo isquemiado nao-tratado, nos dias 3º e 14º apos a isquemia. No entanto, um menor numero de celulas imunopositivas para iNOS estavam presentes no giro dentado e hilo dos grupos isquemiados tratados, no 14° dia pos-isquemia. As celulas imunopositivas para TNF-alfa, foram claramente vistas em todas as areas do hipocampo de grupos isquemiados tratados e nao tratados com curcumina, nos dias 7 e 14 apos a isquemia. No entanto, esta imunomarcacao reduziu-se no grupo isquemiado e tratado com curcumina (25mg/kg) no 3º dia apos a isquemia em (CA1, CA3). Conclui-se que alteracoes comportamentais, neuroquimicas e imunohistoquimicas variam de acordo com o tempo decorrido apos o insulto isquemico, e o tratamento com a curcumina reverteu, pelo menos parcialmente, tais alteracoes, principalmente na menor dose
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2013.
Coleções