Show simple item record

dc.contributor.authorEscobar, Mario Luis [UNIFESP]
dc.contributor.authorKawakami, Elisabete [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-06-14T13:31:20Z
dc.date.available2015-06-14T13:31:20Z
dc.date.issued2004-12-01
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032004000400008
dc.identifier.citationArquivos de Gastroenterologia. Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBGSociedade Brasileira de Hepatologia - SBHSociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED, v. 41, n. 4, p. 239-244, 2004.
dc.identifier.issn0004-2803
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2286
dc.description.abstractBACKGROUND: Low socioeconomical status is a major risk factor for natural acquisition of Helicobacter pylori (H. pylori) infection in developing countries. Its transmission route is unknown but studies suggest person-to-person transmission. AIM: To evaluate seropositivity of anti-H. pylori antibodies in family members of infected symptomatic index patients as compared to family members of symptomatic uninfected index patients. PATIENTS AND METHODS: One hundred and twelve family members of 38 patients who underwent endoscopy to exclude peptic disease were studied. Patients were deemed H. pylori infected or not infected when rapid urease test and histology were both positive or both negative. The family members underwent ELISA serology using the Cobas Core II Kit (Roche) and were classified into three groups: I - 29 family members of 10 H. pylori (+) duodenal ulcer index patients; II - 57 family members of 17 H. pylori (+) index patients without duodenal ulcer; III - 26 family members of 11 H. pylori (-) index patients. RESULTS: Seropositivity of group I and II (infected patients) was higher than the control group, 83% vs 38%, specially in mothers, 81% vs 18%, and in siblings 76% vs 20%. Differences between fathers' seropositivity was not statistically significant in the three groups: 100% vs 86% vs 70%. Seropositivity of all family members (mother, father and siblings) between infected group (I vs II) was similar. CONCLUSION: Prevalence of H. pylori infection was higher in family members of infected patients, but was similar among family members of infected patients with and without duodenal ulcer. H. pylori infection is more frequent in mothers and siblings of infected index children. A common source of infection cannot be excluded, but facts suggest that person-to-person transmission occurs, specially from mother to child.en
dc.description.abstractO estrato socioeconômico baixo é o maior fator de risco para a aquisição natural da infecção por Helicobacter pylori em países em desenvolvimento. As vias de transmissão são desconhecidas embora estudos sugerem transmissão pessoa-pessoa. OBJETIVO: Avaliar a soropositividade de anticorpos anti H. pylori em familiares de pacientes sintomáticos infectados comparados a de pacientes não infectados. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Foram estudados 112 familiares de 38 pacientes encaminhados para afastar doença péptica. Os pacientes foram submetidos a exame endoscópico, sendo realizadas quatro biopsias gástricas para pesquisa de H. pylori: duas para teste rápido da urease e duas para histologia (HE/Giemsa). Foi considerado infectado por H. pylori quando ambos os exames resultaram positivos. Nos familiares foi realizada sorologia com método ELISA, utilizando-se o Kit Cobas Core II (Roche), sendo considerado resultado positivo a titulação 7U/mL. Os familiares foram divididos em três grupos: grupo I: 29 familiares de 10 pacientes com úlcera duodenal H. pylori+; grupo II: 57 familiares de 17 pacientes sem úlcera duodenal H. pylori+; grupo III: 26 familiares de 11 pacientes H. pylori-. Foi testada a associação entre grupos e positividade através de uma extensão do teste exato de Fisher (método de Montecarlo SPSS), sendo analisada a soropositividade em cada um dos membros da família: pai, mãe, irmãos e o binômio mãe/pai e para a avaliação de múltiplas variáveis utilizou-se ANOVA. RESULTADOS: Os familiares de pacientes H. pylori+ apresentaram maior soropositividade comparado com o grupo controle, 83% vs 38%, sendo maior nas mães 81% vs 18% e irmãos 76% vs 20%. A soropositividade do pai não foi estatiscamente significante, quando comparados os três grupos de pacientes: 100% vs 86% vs 70%. A soropositividade de todos os membros da família, mãe, pai e irmãos nos grupos de úlcera duodenal H. pylori+ e sem úlcera duodenal H. pylori+ foram semelhantes. CONCLUSÃO: Familiares de pacientes infectados apresentam mais infecção por H. pylori. A soropositividade foi semelhante entre os familiares dos pacientes infectados com e sem úlcera duodenal. Infecção por H. pylori é mais freqüente em mães e irmãos de pacientes infectados; ao contrário, nos pais não houve diferença estatisticamente significante nos três grupos. As crianças apresentam mais infecção quando ambos os pais são H. pylori+ e existe uma concordância do resultado da sorologia entre os cônjuges. Não podemos afastar uma fonte comum de infecção, mas os fatos nos sugerem que a transmissão acontece de pessoa a pessoa e especialmente da mãe para filho e entre os irmãos.pt
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.format.extent239-244
dc.language.isoeng
dc.publisherInstituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBGSociedade Brasileira de Hepatologia - SBHSociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
dc.relation.ispartofArquivos de Gastroenterologia
dc.rightsAcesso aberto
dc.subjectHelicobacter pylorien
dc.subjectSerologic testsen
dc.subjectMothersen
dc.subjectChilden
dc.subjectFamilyen
dc.subjectHelicobacter pyloript
dc.subjectTestes sorológicospt
dc.subjectMãespt
dc.subjectCriançapt
dc.subjectFamíliapt
dc.titleEvidence of mother-child transmission of Helicobacter pylori infectionen
dc.title.alternativeEvidência da transmissão mãe-filho da infecção por Helicobacter pyloript
dc.typeArtigo
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.description.affiliationUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Escola Paulista de Medicina (EPM) Department of Pediatrics
dc.description.affiliationUnifespUNIFESP, EPM, Department of Pediatrics
dc.identifier.fileS0004-28032004000400008.pdf
dc.identifier.scieloS0004-28032004000400008
dc.identifier.doi10.1590/S0004-28032004000400008
dc.description.sourceSciELO


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record