Efeitos do raloxifeno associado aos estrogênios conjugados - avaliação endometrial e dos sintomas menopausais de mulheres na pós-menopausa com risco elevado para câncer de mama

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2010
Autores
Carneiro, Andrea Lucia Bastos [UNIFESP]
Orientadores
Haidar, Mauro Abi [UNIFESP]
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Introdução: O uso da terapia estrogenica associada aos progestagenios parece aumentar os riscos de doencas cardiovasculares, cancer de mama e eventos tromboembolicos. A associacao de raloxifeno aos estrogenios parece influenciar na melhora dos sintomas menopausais, com seguranca endometrial controversa. Mulheres com risco elevado para cancer de mama, mensurado pelo Indice de Gail, parecem apresentar hiperreatividade endometrial e poderiam se beneficiar desta opcao terapeutica. Este estudo compara parametros de avaliacao do endometrio, a ocorrencia de sangramento genital e a mensuracao das queixas menopausais em mulheres na pos-menopausa com alto risco para cancer de mama em uso de raloxifeno associado aos estrogenios conjugados em baixa dose, comparado aos dois farmacos isoladamente. Metodos: Setenta e tres mulheres foram aleatoriamente alocadas para receber estrogenios conjugados 0,3 mg (EC), raloxifeno 60 mg (R) ou a associacao das duas medicacoes (R+EC) por um ano. Foi realizada ultrassonografia pelvica transvaginal e verificada a ocorrencia de sangramento genital trimestralmente. Para a avaliacao dos sintomas menopausais foi utilizado o Indice de Kupperman semestralmente. Foi realizada histeroscopia e biopsia dirigida nas pacientes que apresentaram espessura endometrial >5 mm ou sangramento genital. Resultados: Observou-se reducao dos valores do Indice de Kupperman ao longo do estudo, nos tres grupos. Entretanto, houve significancia estatistica apenas aos seis meses, quando os grupos EC e R+EC tiveram melhora no indice de forma semelhante, o que diferiu do grupo R. Nenhuma paciente do grupo R+EC apresentou sangramento genital. Ao longo de um ano, a analise da medida da espessura endometrial do grupo EC foi estatisticamente maior, o que diferiu do grupo R (p= 0,040) e do grupo R+EC (p =0,049). Adicionalmente, os grupos R e R+EC mostraram-se semelhantes (p= 0,830). Quinze pacientes tiveram aumento da espessura endometrial >5 mm (3, 4 e 8 respectivamente nos grupos R, R+EC e EC). Todas as biopsias realizadas mostraram atrofia endometrial ou polipo, com excecao de uma paciente no grupo EC (hiperplasia simples sem atipias). Interpretacao: Um ano de tratamento com a associacao de raloxifeno associado aos estrogenios conjugados na dose de 0,3mg nao promoveu espessamento endometrial significativo ou sangramento genital e melhorou os sintomas menopausais de mulheres na pos-menopausa com risco elevado para cancer de mama, quando comparado ao uso de raloxifeno e estrogenios conjugados 0,3mg isoladamente
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2010. 116 p.