Ultrassom articular

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2012
Autores
Machado, Flavia Soares [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Objetivos: descrever medidas quantitativas e semiquantitativas ultrassonograficas articulares em individuos adultos saudaveis, correlaciona-las entre diversos parametros demograficos e estimar medidas ultrassonograficas articulares especificas de artrite reumatoide em articulacoes de varios tamanhos. Material e Metodos: Um estudo de corte transversal foi conduzido. Medidas ultrassonograficas foram realizadas em pequenas, medias e grandes articulacoes de 130 voluntarios adultos assintomaticos (grupo SAUDAVEL), estratificados em cinco faixas etarias (1: 18- 29; 2: 30- 39; 3: 40-49; 4: 50- 59; 5: 60- 80 anos) e em 60 pacientes com AR (ACR) (grupo AR). Medidas quantitativas do recesso sinovial (QRS) (em mm) e medidas semiquantitativas (escore 0-3) de hiperplasia sinovial (SHS), power Doppler (SPD), erosao ossea (SEO) e cartilagem articular (escore de 0-4) foram realizadas por um radiologista ocegoo. Valor p significante <0,05. Resultados: foram estudados 9.500 recessos articulares na amostra total do estudo; 76.3% de mulheres, media de idade de 45.42 anos (DP +13.12). No grupo SAUDAVEL, na comparacao por faixa etaria, observou-se aumento das QRS e maior porcentagem dos piores escores de SHS, SPD, SEO e cartilagem articular na faixa etaria 5 (p<0.016). Observou-se correlacoes positivas entre as medidas quantitativas ultrassonograficas com estatura, idade, peso e indice de massa corporea em 26.1%, 34.8%, 43.5% e 43.5%, respectivamente, do total de recessos articulares estudados (p<0.046). Na comparacao do grupo AR com o grupo CONTROLE (78 voluntarios do grupo SAUDAVEL pareados com o grupo AR), para as QRS, os valores de corte de sinovia especificos de AR com maiores areas sob a curva (AUC), atraves da analise da curva ROC, foram observados nos recessos radiocarpico (3.78mm; AUC=0.822), ulnocarpico (3.07mm; AUC=0.812) e radioulnar distal (2.21mm; AUC 0.783). Com a evolucao dos escores semiquantitativos de 0 para 3, as maiores chances de se detectar AR (regressao logistica univariada, expressa em odds ratio - OD) foram observadas: para SHS - nos recessos articulares ulnocarpico (OR=100; p= <0,001) e radiocarpico (OR= 70; p=<0,001); para SPD - no recesso articular radiocarpico (OR=66; p=<0,001); e com a evolucao dos escores de 0 a 2 para a SEO - nos recessos radiocarpico (OR=324; p=<0,001) e lateral da 5a MTF (OR=100 p=<0,001). A reprodutibilidade interobservador foi considerada boa a excelente para as medidas realizadas. Conclusao: Alteracoes ultrassonograficas foram associadas a aumento de faixa etaria em individuos saudaveis. Os recessos articulares com medidas ultrassonograficas consideradas mais especificas de AR foram os do punho
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2012. 181 p.
Coleções