Show simple item record

dc.contributor.authorGonzalez, Isabela Garrido da Silva [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T23:45:40Z
dc.date.available2015-12-06T23:45:40Z
dc.date.issued2012
dc.identifier.citationSão Paulo : Campinas: [s.n.], 2012. 83 p.
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22326
dc.description.abstractAs imunodefiCiências primarias (IDP) sao doencas que resultam em maior suscetibilidade do individuo afetado a infeccoes de repeticao e/ou graves. Aproximadamente 50% das IDP acometem a imunidade mediada por anticorpos. Varios estudos comprovaram a eficacia da imunoglobulina intravenosa (IGIV) em prevenir estas infeccoes ao prover anticorpos pre-formados a estes individuos com hipogamaglobulinemia. Sabe-se que muitos fatores podem ter impacto na qualidade e quantidade dos anticorpos presentes na IGIV, e existem diferencas no conteudo de marca para marca, bem como de lote para lote. No entanto, nao existem estudos para avaliacao dos niveis de anticorpos especificos para doencas potencialmente transmissiveis em nosso meio nos pacientes em uso regular de IGIV. Este e um estudo prospectivo de que participaram 21 individuos com diagnostico de imunodefiCiência comum variavel (n=12), agamaglobulinemia ligada ao X (n=6) e com sindrome de hiper IgM (n=3) e que estavam em uso regular de IGIV.Durante um ano foram coletadas quatro amostras da IGIV a ser administrada, com intervalo de 3 meses, e um mes apos cada coleta IGIV, foi coletada uma amostra de sangue, perfazendo um total de quatro coletas de amostra de sangue. Um questionario com dados demograficos foi preenchido para cada paciente. Anticorpos para sarampo, varicela e hepatite B foram dosados pelo metodo ELISA no soro dos pacientes e anticorpos para sarampo e varicela, nas amostras de IGIV. Niveis de IgG total foram dosados por nefelometria. A media dos niveis sericos de IgG total nos pacientes foi de 778 mg/dL, variando de 459 mg/dL a 1220 mg/dL. Todos os pacientes apresentaram niveis de anticorpos superiores a 0,120 UI/mL, 0,100 UI/mL, 10 mUI/mL para sarampo, varicela e hepatite B (anti-HBs) respectivamente. Todas as amostras de IGIV continham anticorpos para sarampo e varicela, em valores acima de 0,120 UI/mL e 0,100 UI/mL, respectivamente. Contudo, uma consideravel variacao dos niveis de anticorpos entre diferentes lotes de uma mesma marca, foi evidenciada. Nao se verificaram diferencas entre as variancias das concentracoes de anticorpos para sarampo (p=0,5880) e varicela (p=0,6146) entre as marcas Flebogamma, Octagam e Tegeline. As demais marcas foram desconsideradas desta analise devido ao pequeno numero de casos. Houve correlacao positiva entre os niveis sericos e na IGIV de anticorpos para sarampo (p=0,0339) e para varicela (p=0,0015). Nao houve diferenca nas medias de anticorpos ao sarampo (p=0,3597) e varicela (p=0,7335) entre pacientes com agamaglobulinemia ligada ao X (ALX) comparados aos outros. Nao foi observado correlacao entre os niveis sericos de anticorpos para sarampo (p=0,5919) e varicela (p=0,1403) e a faixa de dose infundida de IGIV ( >=500mg/Kg ou < 500mg/Kg). Os niveis sericos dos anticorpos para sarampo e varicela nao sofreram influencia da dose de IGIV recebida, bem como, permaneceram semelhantes quando avaliados entre os pacientes com ALX e as outras imunodefiCiências estudadas. Porem, apresentaram variacao entre os pacientes e entre os produtos de IGIV recebidos. Apesar disso, os niveis destes anticorpos permaneceram em valores estabelecidos na literatura como adequados para individuos saudaveispt
dc.format.extent83 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectAnticorpospt
dc.subjectSarampopt
dc.subjectVaricelapt
dc.subjectSíndrome de Imunodeficiência Adquiridapt
dc.subjectImunoglobulinas Intravenosaspt
dc.titleAnticorpos sericos para sarampo, varicela e hepatite B em pacientes com imunodefiCiência primaria em uso de imunoglobulina intravenosapt
dc.title.alternativeMeasles, varicella and hepatitis B serum antibodies in patients with primary immunodeficiency who have been treated with intravenous immunoglobulinen
dc.typeTese de doutorado
dc.identifier.fileepm-3011116200564.pdf
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusUniversidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina, Programa de Pós-graduação em Pediatriapt


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record