Deteccao de soroconversao recente para o Virus da ImunodefiCiência Humana (HIV) atraves da modificacao de testes rapidos

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2012
Autores
Girardi, Samira Barboza [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Os marcadores utilizados para determinar a infeccao recente pelo HIV sao ferramentas importantes utilizadas no acompanhamento de estudos epidemiologicos da AIDS. objetivo deste estudo foi avaliar dois testes rapidos para HIV u Teste Rapido u HIV-1/2 Bio-Manguinhos (Bio-Manguinhos/Fiocruz, Brasil) e Rapid Check HIV 1&2 (NDI-UFES, Nucleo de Doencas Infecciosas, Universidade Federal do Espirito Santo) - que sao de facil acesso a comunidade cientifica brasileira, para o uso como marcadores de infeccao recente para o HIV. Utilizamos 489 amostras de soro de doadores de sangue com sorologia positiva para o HIV, previamente classificadas em infeccao recente ou de longa data pelo metodo STARHS ou LS-HIV Vitros Assay. As amostras foram diluidas antes da realizacao do teste em 1:50 e em 1:100 para o Teste Rapido u HIV-1/2 Bio-Manguinhos, e em 1:500 e em 1:600, para o Rapid Check HIV 1&2. De acordo com o algoritmo de interpretacao utilizado, as amostras negativas determinaram a infeccao recente naqueles doadores, enquanto que aquelas cujos testes apresentaram qualquer intensidade de coloracao foram associadas a infeccoes de longa duracao. As diluicoes que apresentaram melhores resultados foram 1:100 para o Teste Rapido HIV-1/2 Bio-Manguinhos (Kappa = 0,840; concordancia = 0,93) e 1:500 para o Rapid Check HIV 1&2 (Kappa = 0,867; concordancia = 0,94). Nossos resultados sugerem que os testes rapidos para a deteccao do HIV poderao ser utilizados como uma ferramenta para deteccao de soroconversao recente
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2012. 122 p.
Coleções