Show simple item record

dc.contributor.authorLemos, Patricia Veruska Ribeiro Barbosa [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T23:45:11Z
dc.date.available2015-12-06T23:45:11Z
dc.date.issued2012
dc.identifier.citationSão Paulo: [s.n.], 2012. 63 p.
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21908
dc.description.abstractA exposicao por ingesta de misturas de agrotoxicos em baixas doses e uma questao importante, e sugere aumento no risco de doencas. A exposicao das gestantes aos agrotoxicos vem suscitando muitas duvidas. Com a necessidade de identificar as repercussoes nos recem-nascidos destas gestantes, neste trabalho procurou-se avaliar atraves de estudo experimental, os efeitos hepaticos nos recem-nascidos de ratas prenhes, apos exposicao a etilenotioureia(ETU). OBJETIVOS: Avaliar morfo-histologicamente, as alteracoes hepaticas em recem-nascidos de ratas prenhes expostas a etilenotioureia. METODO: Foram estudados 55 recem-nascidos de ratas Wistar, 21 do Grupo Controle, que receberam SF 0,9% e 34 do Grupo Experimento que receberam ETU por gavagem no 11º dia de gestacao. No 20º dia de gestacao foi realizada cesarea, e analisados os figados dos recem-nascidos, identificadas e registradas as alteracoes morfo-histologicas. Realizou-se a quantificacao dos megacariocitos em 50 campos microscopicos, e avaliou-se a quantidade total destas celulas por mm². Os dados obtidos foram expressos como medias para cada grupo. RESULTADOS: Os recem-nascidos das ratas expostas a ETU apresentaram alteracoes na formacao embrionaria, com alteracoes musculares e esqueleticas, associadas as anomalias do sistema digestorio, com alteracoes da morfologia hepatica, caracterizadas por edema, alteracoes de volume e textura, hidropisia fetal em todos os recem-nascidos e reducao do peso fetal. A analise histopatologica mostrou desestruturacao hepatica morfo-histologica em todos os recem-nascidos expostos a ETU, com destrabeculacao dos hepatocitos e intensa megacariocitose hepatica, apresentando media da densidade de megacariocitos de 107,9 ate 114,2 por mm2 sendo cerca de 8 vezes maior do que no Grupo Controle, caracterizando hematopoese extramedular. CONCLUSOES: A exposicao fetal a etilenotioureia provocou alteracoes hepaticas macroscopicas e alteracao histologica hepatica caracterizada pela intensa hematopoese extramedularpt
dc.format.extent63 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectAnimaispt
dc.subjectEtilenotioureiapt
dc.subjectPrenhezpt
dc.subjectFígadopt
dc.subjectHematopoesept
dc.subjectExposição Maternapt
dc.subjectRatos Wistarpt
dc.titleAlteracoes hepaticas em recem-nascidos de ratas expostas a etilenotioureiapt
dc.title.alternativeHepatic damage in newborns from rats exposed to ethylenethioureaen
dc.typeTese de doutorado
dc.identifier.fileepm-2070411325864.pdf
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusUniversidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina, Programa de Pós-graduação em Ciência Cirurgica Interdisciplinarpt
dc.subject.decsAnimaispt


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record