Show simple item record

dc.contributor.advisorRamos, Luiz Roberto [UNIFESP]
dc.contributor.authorGuimarães, Helen Arruda [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T23:45:03Z
dc.date.available2015-12-06T23:45:03Z
dc.date.issued2011
dc.identifier.citationGUIMARÃES, Helen Arruda. Fatores associados à cognição de idosos residentes no município de Maceió. 2011. 124 f. Dissertação (Mestrado) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2011.
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21790
dc.description.abstractO envelhecimento mundial traz conseqüências socioeconômicas e de saúde pública que precisam ser consideradas, entre elas, a maior prevalência de déficits cognitivos. Objetivos. Identificar e analisar os fatores associados à cognição de idosos residentes na zona urbana do município de Maceió, Alagoas. Métodos. Trata-se de um estudo de delineamento transversal com amostra populacional de 319 idosos, sendo 210 do sexo feminino (65,8%) e 109 do sexo masculino (34,2%), com idades entre 60 e 105 anos. Para avaliação cognitiva foi utilizado como instrumento de rastreio o Mini-Exame do Estado Mental (MEEM). Os dados foram analisados através de regressão linear múltipla para explicar a variação do MEEM em função da idade, sexo, escolaridade, renda per capita, estado civil, composição familiar e número de doenças autorreferidas, sendo o nível de significância adotado de p<0,05. Resultados. Nesse estudo, os fatores mais associados à variação no MEEM foram a idade (p<0,001), escolaridade – analfabeto (p<0,001) ou até 4 anos de estudo (p<0,001), sexo feminino (p=0,0133) e estado civil solteiro (p=0,005). Conclusão. Baixa escolaridade é um dos fatores mais associados a déficit cognitivo em nossa amostra. Considerando que nosso estado possui 75,6% de idosos com baixa escolaridade (sendo 53,7% de analfabetos e 21,9% com menos de quatro anos de escolaridade), torna-se fundamental a capacitação dos profissionais de saúde de todos os níveis de atenção e a sensibilização dos gestores de saúde, para que, conhecendo essa realidade, possam estabelecer estratégias para minimizar o impacto dessa morbidade em nossa sociedade.pt
dc.description.abstractThe global aging brings social economic and public health consequences which must be taken into consideration, including cognitive impairment increase. Objectives. Identify and analyze the factors associated with cognition in older adults living in the urban area of Maceió, Alagoas. Methods. This is a cross-sectional study with a population sample of 319 elderly, 210 were female (65.8%) and 109 males (34.2%) aged between 60 and 105 years. Cognitive assessment was used as a screening tool for the Mini-Mental State Examination (MMSE). Data were analyzed using multiple regression to explain the variation of the MMSE by age, sex, education, income, marital status, family composition and number of self-reported, and the significance level of p <0.05. Results. This study, the factors most associated with change in MMSE score were age (p<0.001), education - illiterate (p<0.001) or 4 years of study (p<0.001) and females (p=0.0133) and unmarried (p=0.005). Conclusions. Low educational level is one of the factors most associated with cognitive impairment in our sample. Considering that our state has 75.6% of elderly people with low education (53.7% being illiterate and 21.9% with less than four years of schooling), it becomes essential to the training of health professionals at all levels of attention and awareness of the health managers, so that, knowing this reality, can develop strategies to minimize the impact of this morbidity in our society.en
dc.format.extent124 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso aberto
dc.subjectCogniçãopt
dc.subjectDemênciapt
dc.subjectEnvelhecimentopt
dc.subjectEnvelhecimento da Populaçãopt
dc.subjectQuestionáriospt
dc.subjectEstudos Transversaispt
dc.subjectIdosopt
dc.subjectCognitionen
dc.subjectDementiaen
dc.subjectElderlyen
dc.subjectAgingen
dc.subjectPopulationen
dc.titleFatores associados à cognição de idosos residentes no município de Maceiópt
dc.title.alternativeFactors associated with cognition of elderly residents in the city of Maceioen
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.identifier.fileTese-12975.pdf
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM)pt
unifesp.graduateProgramSaúde Coletiva – EPMpt


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record