Show simple item record

dc.contributor.advisorBrêtas, Ana Cristina Passarella [UNIFESP]
dc.contributor.authorPellegrini, Andrea Lucia Torres Amorim [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T23:44:59Z
dc.date.available2015-12-06T23:44:59Z
dc.date.issued2011
dc.identifier.citationPELLEGRINI, Andrea Lucia Torres Amorim.Trabalho, moradia, saúde e cultura: entrelaçando relações: uma experiência em pesquisa-ação a partir do PSF Recanto dos Humildes, Perus. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2011.
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21738
dc.description.abstractEste estudo qualitativo teve como referencial teórico Paulo Freire em sua Pedagogia do Oprimido e Sheron Moretti com as reflexões sobre a Pedagogia da Insurgência. Objetivou reconstruir a história do Programa Saúde da Família Recanto dos Humildes a partir das narrativas de seus protagonistas; identificar e compreender as possíveis contribuições do Sistema Único de Saúde para o desenvolvimento sociopolítico da comunidade local, potenciais e dificuldades para o incremento desse processo, considerando as questões relativas às iniquidades sociais e; propor, executar, descrever e avaliar uma ação não trivial, considerada pelo grupo factível e prioritária, construída a partir das problemáticas levantadas pelas discussões da pesquisa. Utilizou a metodologia da pesquisa-ação. A partir de 16 horas, 57 minutos e 33 segundos de entrevistas com 17 profissionais de saúde do PSF Recanto dos Humildes, neste local de trabalho desde sua implantação em 2002 e quatro membros do conselho popular na ocasião de implantação deste PSF, reconstruiu-se a trajetória de movimentos populares que tiveram como desdobramento a luta da população pela Saúde. Ao rediscutir o universo trazido a tona pelas narrativas dos entrevistados, um grupo de discussão e reflexão elaborou proposta de ação que se constituiu em: (1) dar visibilidade para uma historia considerada importante pelo grupo e esquecida ou pouco valorizada por outras pessoas, através de uma caminhada comemorativa de 9 anos de lutas em Perus pelas ruas do bairro, contando a trajetória dos movimentos de moradia, saúde e queixadas com teatro, poesia, percussão, exposição de fotos e a exibição de um documentário sobre estes movimentos, com o apoio da comunidade cultural Quilombaque; (2) discutir em um curso, maneiras de enfrentamento de situações de sofrimento no trabalho vivenciadas pelos trabalhadores de saúde do PSF Recanto dos Humildes. Ao final pode se perceber o entrelaçamento dos diversos movimentos, assim como o aprendizado cotidiano em seu interior. As mudanças ocorridas nos processos do fazer em saúde no período estudado são afetadas pelo contexto em que se inserem. No momento mais participativo, a comunidade ganha espaço e expressão na luta pela saúde e em outros, onde o neoliberalismo assume sua influência mais incisivamente também na saúde ao caracterizá-la como mercadoria, o sofrimento do trabalhador de saúde acentua-se o que, na avaliação destes trabalhadores, coloca em risco a qualidade do serviço prestado.pt
dc.description.abstractThe theoretical reference for this qualitative study was Paulo Freire in his Pedagogy of the Oppressed and Sheron Moretti‟s reflections on the Pedagogy of Insurgency. The study aimed to reconstruct the history of the Family Health Program (FHP) of Recanto dos Humildes based on the narratives of its protagonists; to identify and understand the possible contributions of the National Health System for the socio-political development of the local community, and potential difficulties in the improvement of this process, considering the issues related to social inequities; and to propose, to implement, to describe and to evaluate an action which is non trivial, considered feasible and a priority by the group, built based on the discussions of the problems raised by the research. It was used the methodology of action research. The trajectory of popular movements, which also were involved in the popular struggle for the Health, was reconstructed using 16 hours, 57 minutes and 33 seconds of interviews with 17 health workers (HW) from the FHP from Recanto dos Humildes and four members of the popular council who were on the occasion of FHP implementation. The 17 HWs worked in the FHP since its implementation in 2002. When we revisited the universe brought to light by the interviews, the discussion group elaborated proposal for action as following: (1) to give visibility to a history considered important by the group and forgotten or unappreciated by others, through a commemorative walk around the neighborhood of nine years of Perus struggles, with theater, poetry, percussion instruments, photos exposition, and documentary exhibition, telling the history of the housing and health movements, and queixadas. This walk had the support of the cultural community Quilombaque. (2) to discuss in a course, ways of coping with situations of suffering at work, which were experienced by HWs from FHP of Recanto dos Humildes. At the end one realizes the interconnectedness of various movements, as well as everyday learning within. The changes occurred in the health practice process during the study period are affected by the context in which they operate. At the moment of more participation, the community obtained space and expression in the health and other struggles, where neoliberalism takes its influence on health more pointedly characterizing it as a commodity, the HW suffering becomes stronger which puts the quality of service at risk, according to these HWs.en
dc.format.extent238 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso aberto
dc.subjectEstratégia Saúde da Famíliapt
dc.subjectPesquisa Qualitativapt
dc.subjectParticipação Comunitária/históriapt
dc.subjectPolíticas Públicas de Saúdept
dc.subjectHabitaçãopt
dc.subjectaction researchen
dc.subjectpopular movementsen
dc.subjecthousingen
dc.subjecthealthen
dc.subjectworken
dc.subjectcultureen
dc.titleTrabalho, moradia, saúde e cultura: entrelaçando relações: uma experiência em pesquisa-ação a partir do PSF Recanto dos Humildes, Peruspt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.identifier.fileDISSERTAÇÃO_Andrea Lúcia Amorim Pellegrini.pdf
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusUniversidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM)pt
unifesp.graduateProgramSaúde Coletiva – EPM


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record