Isolamento de uma subpopulacao de celulas de melanoma murino com caracteristicas de progenitoras tumorais e analises de suas propriedades tronculares e tumorigenicas

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2011
Autores
Nascimento, Telma Lisboa [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O melanoma e o cancer de pele existente mais agressivo e sua resistencia para muitas modalidades terapeuticas e conhecida.E plausivel a conjectura de que a resistencia deste tumor esteja intimamente relacionada a presenca de uma subpopulacao de celulas progenitoras tumorais. Com base nesta informacao nosso trabalho propos isolar celulas de linhagens de melanoma murino que apresentassem propriedades de celulas-tronco, para melhor caracteriza-las. Para tal utilizou-se um meio de cultura especifico, contendo: Fator de Crescimento Epidermal (EGF), Fator de Crescimento Fibroblasticobasico(bFGF),Fator Inibitorio leucemico(LIF) e Acido Retinoico (AR). Estas celulas aparecem nas culturas de longo tempo (mais de 8 meses) e formam esferas aderentes e nao aderentes onde parte destas esferas expressa marcadores de celulas-tronco e apresentam plasticidade para transdiferenciacao em outros tipos celulares (neural-like, melanocito-like e fibroblasto-like). In vivo experimentos com estas esferas revelaram aumento da malignidade com crescimento significativo da massa tumoral e maior ulceracao quando comparado com os tumores controle. O estresse oxidativo desempenhou uma importante funcao na sobrevivencia destas celulasdurante culturas de longo tempo; promovendo o aumento da expressao da proteina anti-apoptotica Bcl-2. Ainda durante os experimentos in vivo nos observamos um caso isolado de metastase espontanea para o intestino, apos 25 dias da injecao subcutanea de celulas progenitoras de melanoma. Com base nestes achados, nos propomos que linhagens de melanoma sobre meio especifico e apos culturas de longo tempo compreendem um protocolo que isola uma subpopulacao com caracteristicas e propriedades predominantes de celulas-tronco fornecendo resultados significativos que podem contribuir para a melhor compreensao desta malignidade
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2011. 180 p.
Coleções