Estudo comparativo entre a solução de Belzer e a solução de Euro-Collins, utilizadas na fase de perfusão da aorta do doador, no transplante combinado pâncreas-rim em doentes diabéticos tipo I

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2005
Autores
Gonzalez, Adriano Miziara [UNIFESP]
Orientadores
Lopes Filho, Gaspar de Jesus [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Objetivos: Comparar os resultados da utilização da solução de Euro-Collins da solução de Belzer (1 litro) com a utilização apenas da solução de Belzer (2 perfusão da artéria aorta, durante a fase de captação de órgãos do di transplante combinado de pâncreas-rim. Métodos: A partir de 1 ° de janeiro de 1° de agosto de 2004 foram realizados, pelo Grupo de Transplante da Disciplina de Gastroenterologia Cirúrgica da Universidade Federal de São Paulo - Hospital Paulo - Escola Paulista de Medicina, 49 transplantes combinados pâncreas-rim transplantes (Grupo A), foi utilizada para a perfusão apenas a solução de litros de solução pela artéria aorta). Em 16 captações (Grupo B), a per realizada com a utilização de um litro de solução de Euro-Collins, seguido de solução de Belzer. Foram determinados parâmetros clínicos comparando-se os dois Grupos, analisando variáveis categóricas e numéricas. Resultados: Cinco doentes do Grupo A não corrigiram a glicemia até o primeiro dia de pós-operatório, necessitando assim, de reposição exógena de insulina, enquanto um doente no Grupo B n Sete doentes do Grupo A e dois do Grupo B apresentaram pancreatite. Onze doentes do Grupo A e quatro do Grupo B apresentaram pelo menos um episódio celular aguda. Três doentes no Grupo A e um do Grupo B apresentaram vascular do enxerto. No Grupo A, três doentes apresentaram fístulas, s entéricas e uma pancreática. No Grupo B, dois doentes apresentaram fístula Quatro doentes do Grupo A necessitaram de drenagem de coleção abdominais e no Grupo B foram observadas duas coleções abdominais. Cinco doentes do Grupo A perderam o enxerto pancreático e dois no Grupo B. Dois doentes do Grupo A e nenhum do grupo B necessitaram de tratamento para fungo. Dez doentes do Grupo A e quatro do Grupo B necessitaram de tratamento para citomegalovírus. Um doente (3,3 por cento) no Grupo A e dois (12,5 por cento) no Grupo B evoluíram para óbito até o terceiro mês de pós-operatório. O tempo médio de isquemia pancreática foi de 13,15 horas no Grupo A w 13,69 horas no Grupo B. O tempo de internação médio do Grupo A foi de 23,96 dias e 21,33 no Grupo B. Conclusões: Nesta Casuística, a utilização de um litro de solução de Euro-Collins, seguida de um litro de solução de Belzer, infundidos na artéria aorta durante a captação do pâncreas não apresentou diferença estatisticamente significante em relação ao funcionamento do enxerto, complicações pós-operatórias, sobrevivência do enxerto do doente e tempo de internação, quando comparada com a utilização exclusiva da solução de Belzer.
Descrição
Citação
GONZALEZ, Adriano Miziara. Estudo comparativo entre a solução de Belzer e a solução de Euro-Collins, utilizadas na fase de perfusão da aorta do doador, no transplante combinado pâncreas-rim em doentes diabéticos tipo I. 2004. 95 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2004.