Efeito da pinealectomia e/ou iluminação continua no número de corpos lúteos, ovócitos e na implantação em ratas albinas

Show simple item record

dc.contributor.advisor Simôes, Manuel de Jesus [UNIFESP]
dc.contributor.author Teixeira, Alvaro Aguiar Coelho [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:05:10Z
dc.date.available 2015-12-06T23:05:10Z
dc.date.issued 2004
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2004. 72 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/20299
dc.description.abstract Neste trabalho avaliamos os aspectos morfológicos e quantitativos dos sítios de implantações em úteros de ratas pinealectomizadas submetidas à iluminação constante. Os grupos experimentais foram: Grupo I ratas normais mantidas em ciclo claro/escuro de 12112 horas, durante dois meses, acasaladas em seguida e eutanasiadas no 6º dia de prenhez; (controle); Grupo II -ratas sham-pinealectomízadas mantidas em ciclo claro/escuro de 12/12 horas, durante dois meses, acasaladas em seguida e eutanasiadas no 6º dia de prenhez (controle); Grupo III - ratas pinealectomizadas, mantidas em ciclo claro/escuro de 12/12 horas, durante dois meses, acasaladas em seguida e eutanasiadas no 6º dia de prenhez; Grupo IV - ratas normais mantidas em iluminação constante durante dois meses, acasaladas em seguida e eutanasiadas no 6º dia de prenhez; Grupo V -ratas sham-pinealectomizadas, mantidas em iluminação constante durante dois meses, acasaladas em seguida e eutanasiadas no 6º dia de prenhez; Grupo VI - ratas pinealectomizadas, mantidas em iluminação constante durante dois meses, acasaladas em seguida e eutanasiadas no 6º dia de prenhez. A análise estatística das médias dos sítios de implantações mostrou que houve diferença significativa, onde os grupos III, IV, V e VI diferiram dos grupos I e II, os quais apresentaram as maiores médias. Os grupos III, IV, V e VI não diferiram entre si. A análise morfológica dos sítios nos grupos controles revelou a presença de pequenas lacunas contendo sangue, além de células trofoblasticas intermediárias, gigantes e alguns citotrofoblastos poliplóides. Nos grupos III, IV, V e VI evidenciou-se lacunas bem desenvolvidas nos sítios, com trofoblastos intermediários, citotrofoblastos com alto grau de poliploidia e sinciciotrofoblastos. Concluímos que a pinealectomia, a iluminação constante ou associação desses fatores levam a uma redução do número de blastocistos implantados em ratas, apesar de estimular o desenvolvimento desses sítios indicando assim que a melatonina pode ter importante função na viabilidade de implantação do blastocisto nesses animais. pt
dc.format.extent 72 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Implantação do Embrião pt
dc.subject /cirurgia pt
dc.subject Glândula Pineal pt
dc.subject Iluminação pt
dc.subject Embryo Implantation en
dc.subject /surgery en
dc.subject Pineal Gland en
dc.subject Lighting en
dc.title Efeito da pinealectomia e/ou iluminação continua no número de corpos lúteos, ovócitos e na implantação em ratas albinas pt
dc.title.alternative Evaluation of the implantation in pinealectomized and/ or submitted to the constant illumination rats en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-20041208103141GARCIA.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account