Expressão da proteína p53 no adenocarcinoma gástrico

Show simple item record

dc.contributor.advisor Lourenço, Laercio Gomes [UNIFESP]
dc.contributor.author Rocha, Frederico Theobaldo Ramos [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:04:12Z
dc.date.available 2015-12-06T23:04:12Z
dc.date.issued 2003
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2003. 85 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19694
dc.description.abstract Objetivo: Estudar a expressao da proteina p53 no cancer gastrico e correlaciona-la com variaveis clinicas e anatomopatologicas, tais como: idade, sexo, infiltracao da parede gastrica (T), tipo histologico (Lauren), grau de diferenciacao histologica, comprometimento linfonodal, estadiamento (TNM) e sobrevida. Metodos: Foram analisados 45 doentes com adenocarcinomas gastricos submetidos a gastrectomia parcial ou total no Servico de Cirurgia Oncologica da Santa Casa de Misericordia de Maceio-AL e no Hospital Universitario da Universidade Federal de Alagoas, no periodo de 1991 a 2002. A expressao da proteina p53 foi comparada com idade, sexo, infiltracao na parede gastrica, tipo histologico, grau de diferenciacao, comprometimento linfonodal, estadiamento e sobrevida. Resultados: Dos 45 doentes, 27 eram do sexo masculino (60 por cento). A media das idades foi 53,9 anos (26 - 75 anos), e mediana de 57 anos. Quarenta doentes (88,9 por cento) foram classificados como bem diferenciados. Quanto a infiltracao na parede gastrica, 28 doentes (62,2 por cento) foram classificados como profundos. Em 25 doentes (55,6 por cento) nao havia comprometimento linfonodal. 0 estudo histologico revelou que 29 doentes (64,4 por cento) foram classificados como tipo intestinal de Lauren. 0 estadiamento TNM demonstrou que 33 (73,3 por cento) doentes apresentavam tumores avancados. Quanto a expressao da p53, 18 doentes (40 por cento) foram considerados positivos. 0 tempo medio de seguimento foi de 1020,4 dias (63 - 3920 dias) e mediana de 798 dias. Trinta e um (68,9 por cento) doentes evoluiram para obito. As variaveis: idade, estadiamento, comprometimento linfonodal e infiltracao do tumor na parede gastrica foram fatores prognosticos relacionados a sobrevida com significado estatistico (p<0,05). Nao houve correlacao estatistica significativa da proteina p53 com as variaveis estudadas. A analise estatistica multivariada identificou apenas o comprometimento linfonodal como fator prognostico independente. Conclusoes: 0 autor concluiu que dezoito (40 por cento) do total de 45 doentes com adenocarcinomas gastricos expressaram a reacao imunohistoquimica para p53. Nao houve correlacao estatistica significativa da expressao da proteina p53 com os fatores prognosticos estudados. A expressao da proteina p53 nao foi fator prognostico independente pt
dc.format.extent 85 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Proteína supressora de tumor p53 pt
dc.subject Neoplasias gástricas pt
dc.subject Prognóstico pt
dc.title Expressão da proteína p53 no adenocarcinoma gástrico pt
dc.title.alternative p53 expression in gastric adenocarcinoma: clinicopathological correlation and prognostic significance en
dc.type Dissertação de mestrado
dc.identifier.file epm-11356.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account