Regulacao das metaloproteinases de matriz no cerebro de ratos submetidos ao modelo experimental de epilepsia lesional induzido por pilocarpina

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2003
Autores
Junqueira, Ligia Maria Coscrato [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Objetivo: avaliar o significado prognostico e a correlacao com as alteracoes histopatologicas da expressao tumoral das proteinas c-erbB-2 e E-caderina, em doentes com adenocarcinoma colorretal submetidos ao tratamento cirurgico. Metodos: um estudo retrospectivo de 117 doentes, atendidos e operados no Hospital São Paulo, com dados obtidos no arquivo da UNIFESP-Escola Paulista de Medicina, Disciplina de Gastroenterologia Cirurgica, que foram submetidos a tratamento cirurgico. A amostra consistiu de 64 mulheres e 53 homens, com idade media de 63,1 anos, variando entre 30 e 87 anos. 0 seguimento medio foi de 28,1 meses, variando entre 2 e 96 meses; tempo de sobrevida foi obtido dos prontuarios medicos e contatos pessoais com os doentes e parentes. A expressao tissular dos marcadores moleculares foi avaliada utilizando-se anticorpo monoclonal (DAKO) com a tecnica da estreptavidina-biotina. Quando a porcentagem de celulas tumorais coradas acumulando c-erbB-2 na membrana celular era maior do que 10 por cento os tumores eram considerados como c-erbB-2 positivo. Para a imunolocalizacao da proteina E-caderina, o anticorpo anticaderina (DAKO), NCH-38, foi utilizado; os tumores com mais de 50 por cento de celulas coradas com membrana celular acumulando E-caderina eram considerados Ecaderina positivos. A leitura das laminas foi feita por tres examinadores, de forma independente, e sem conhecimento dos dados clinicos e histopatologicos dos doentes. Os dados obtidos foram submetidos a analise estatistica pelo modelo de riscos proporcionais de analise multivariada de Cox, teste de Wicoxon e estimativa de sobrevida de Kaplan-Meier. A significancia estatistica foi estabelecida em um nivel de 5 por cento (p<0,05). Resultados: c-erbB-2 + foi identificado em 48,1 por cento (52/108), E-caderina - em 50,5 por cento (47/93) avaliacao combinada de cerbB-2 + e E-caderina - em 24,0 por cento (20/83). A expressao dos marcadores nao se associou de maneira significante com o grau de diferenciacao celular e com a classificacao TNM dos tumores. As taxas de recorrencia do tumor nao estavam correlacionadas com c-erbB-2 + (p=0,815), Ecaderina - (p=0,761) e c-erbB-2 - e E-caderina + (p=0,972). 0 intervalo livre dea(au)
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2003. 74 p.
Coleções