Análise perceptivo-auditiva, acústica computadorizada e laringológica da voz de adultos jovens fumantes e não-fumantes

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2003-12-01
Autores
Figueiredo, Daniele C. de
Souza, Paula R. F. de
Gonçalves, Maria Inês Rebelo [UNIFESP]
De Biase, Noemi Grigoletto [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
AIM: The goal of this study was to make the laryngological, auditory perceptual and acoustic computer analyses of young adults' (smokers and non-smokers) voices, without vocal complaint, compare them and verify the incidence of vocal alterations. STUDY DESIGN: Clinical comparative. MATERIAL AND METHOD: The voices of 80 individuals with age range from 20 to 40 years were analyzed. These individuals were divided in four groups: 20 male smokers, 20 male non-smokers, 20 female smokers and 20 female non-smokers. This analysis involved laryngoscopy, which was performed and interpreted by an otolaryngologist, and cassette tape recordings of the sustained vowels /a/, /m/, /i/ e /u/, number counting from 1 to 20, speech of the days of the week, months of the year and singing of Happy Birthday. The cassette tape recordings were edited for further spectrographic analysis and auditory perceptual evaluation made by four speech therapists experienced in the major of voice. RESULTS: After the analysis, a slight reduction of the fundamental frequency of the voice of smokers of both sexes was noticed, as well as higher incidence of hoarseness and laryngeal alterations among the smokers.
OBJETIVO: Realizar a avaliação laringológica, análise perceptivo-auditiva e acústica computadorizada das vozes de adultos jovens fumantes e não-fumantes, sem queixa vocal, compará-las e verificar a incidência de alterações laríngeas. FORMA DE ESTUDO: Caso-controle. MATERIAL E MÉTODO: Foram analisadas as vozes de 80 indivíduos com idades compreendidas entre 20 e 40 anos. Estes foram divididos em quatro grupos: 20 homens fumantes, 20 homens não-fumantes, 20 mulheres fumantes e 20 mulheres não-fumantes. Este estudo envolveu laringoscopia, realizada e interpretada por uma médica otorrinolaringologista, e gravação em fita cassete das vogais sustentadas /a/, /m/, /i/ e /u/, contagem dos números de 1 a 20, emissão dos dias da semana, dos meses do ano e da canção Parabéns a você. A gravação em fita cassete foi editada para posterior análise espectrográfica e avaliação perceptiva auditiva por quatro avaliadores com experiência na área de voz. RESULTADOS: Após a análise, foi constatada uma discreta diminuição da freqüência fundamental da voz dos indivíduos fumantes de ambos os sexos, bem como maior incidência de rouquidão e de alterações laríngeas entre os tabagistas.
Descrição
Citação
Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 69, n. 6, p. 791-799, 2003.
Coleções