Purificação e caracterização de uma cisteínopeptidase extraída de folhas de Bauhinia fortificata

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2004
Autores
Andrade, Sheila Siqueira [UNIFESP]
Orientadores
Sampaio, Misako Uemura [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Baupaina, obtida do extrato salino das folhas de B. forficata foi purificada por Precipitacao cetonica (80 por cento v/v), e cromatografada por filtracao em gel em coluna Sephadex G-25, cromatografia de afinidade Con A Sepharose, e alternativamente a enzima foi submetida a cromatografia de afinidade canacistatina Sepharose, e sua massa molecular foi estimada em 30 kDa apos a cromatografia de afinidade em Con A 5epharose. Os parametros cineticos sobre o substratos Bz-Arg-pNan e Z-Phe-Arg-AMC foram determinados e os valores de Km calculados como 1,25 M e 0,70 mM, respectivamente. A enzima e ativada com DTT e e inibida eficazmente por E-64(IC50 = 7.6M) e por iodoacetamida (IC50 = 17.5 M). A atividade enzimatica nao foi afetada quando baupaina foi incubada com inibidores de peptidases como, benzamidine, TLCK, TLCK and EDTA. Inibidores proteicos de serinopeptidases como E. contortisiliquum inibidor de tripsina (EcTI), inibidor de tripsina de soja (SBTI). Baupaina nao e inibida por BbCl, inibidor de cisteinopeptidase de B.bauhinioides. Por outro lado, baupaina e inibida pelo cininogenio de alta massa molecular (HK) apresentando Ki de 1.9 x 10-8 M. A enzima tambem e inibida por canacistatina, cistatina recombinante da cana-de-acucar, que apresenta a sequencia QVVA, com Ki de 2.1 x 10-8 M. Esses resultados confirmam baupaina como membro da familia das cisteinopeptidases
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2004. 102 p.
Coleções