Expressão intra-enxerto de mRNA de Fas, Fas ligante e Fas solúvel em relação à rejeição aguda de transplante cardíaco humano

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2003
Autores
Pérez, Elizabeth Cristina [UNIFESP]
Orientadores
Gerbase-Lima, Maria [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Objetivo: Estudar a participacao das moleculas Fas, FasL e Fas soluvel na reacao de rejeicao ao transplante cardiaco no homem. Metodo: a expressao de mRNA de FasL, Fas e sFas foi estudada em 21 pares de biopsias endomiocardicas (biopsias com e sem rejeicao do mesmo receptor), de 18 receptores de transplante cardiaco. A expressao de mRNA foi determinada atraves do metodo de RT-PCR quantitativo com competidor. Como controle interno, utilizamos a expressao do gene RNA polimerase II subunidade K (POLR2K), apos realizarmos experimentos que permitiram concluir que a expressao de POLR2K e adequada para esta finalidade. Resultados: (A) Validacao do uso de mRNA de POLR2K como controle interno de RTPCR: 1) a variacao da efiCiência da transcricao reversa foi menor para POLR2K do que para rRNA 18S (medianas de 33 por cento e 68 por cento, p=0,006), respectivamente (p=0,06); 2) houve correlacao entre a expressao de mRNA de POLR2K e rRNA 18S (r=0,7, p=0,0006); 3) nao houve diferenca significante da expressao de mRNA de POLR2K entre periodos com rejeicao (R) e sem rejeicao (SR); 4) a variacao de expressao entre periodos com R e SR foi menor para mRNA de POLR2K do que para rRNA 18S (p=0,02) (B) Resultados referentes a expressao de mRNA de Fas, FasL e Fas soluvel: 1) a expressao de mRNA FasL e Fas foi maior em amostras com R do que em amostras SR (medianas: FasL 6,9 vs. 3,7, p=0,03; Fas 96,5 vs. 75,4, p=0,003); 2) a expressao de mRNA de sFas nao apresentou diferenca significante entre R e SR; 3) em periodo com R, houve correlacao positiva entre a expressao dos genes Fas e FasL (r=0,5, p=0,008), Fas e sFas (r=0,4, p=0,04), FasL e sFas (r=0,5, p=0,01); 4) em periodo SR, houve tendencia a correlacao entre a expressao de mRNA de Fas e sFas (r=0,3, p=0,07) e nao houve correlacao entre a expressao de mRNA de Fas e FasL ou de FasL e sFas; 5) a especificidade e sensibilidade do aumento da expressao de FasL e de Fas em relacao ao diagnostico de rejeicao foram baixos: 60,0 e 76,2 por cento, respectivamente, para FasL, e 61,9 e 76,2 por cento, respectivamente, para Fas. Conclusoes: A) a expressao de mRNA de POLR2K e um controle adequado para estudos de expressao genica em biopsias endomiocardicas em transplante cardiaco; B) os resultados confirmam...(au)
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2003. 74 p.