Efeito da suplementação de zinco sobre o crescimento e o estado nutricional de ratos recém desmamados submetidos a ligadura das vias biliares extra-hepáticas

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2003
Autores
Speridião, Patrícia da Graça Leite [UNIFESP]
Orientadores
Morais, Mauro Batista de [UNIFESP]
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Objetivos: 1) avaliar o efeito da suplementação de zinco sobre o crescimento e o estado nutricional de ratos recém desmamados submetidos à ligadura do dueto biliar; 2) avaliar o efeito da suplementação de zinco nos teores de zinco, cobre e ferro no fígado. Métodos: Foram constituídos 4 grupos com ratos machos Wistar recém desmamados aos 21 dias de vida: 1) sham-30 (n=12), submetidos à cirurgia simulada e alimentados com ração contendo a quantidade recomendada de zinco (30 mg/Kg ração); 2) operados-30 (n=11), submetidos à ligadura e transecção do dueto biliar, alimentados com ração contendo a quantidade recomendada de zinco (30 mg/Kg ração); 3) sham-60 (n=12), submetidos à cirurgia simulada e alimentados com ração contendo o dobro da recomendação de zinco (60 mg/Kg ração); 4) operados-60 (n=11), submetidos à ligadura e transecção do dueto biliar e alimentados com ração contendo o dobro da recomendação de zinco (60 mg/Kg ração). Os animais foram alimentados por 30 dias de acordo com as respectivas rações, quando foram avaliados o peso, ingestão e eficiência alimentar, peso do fígado, peso e umidade da carcaça, composição corporal de gordura e proteínas totais, além do zinco, cobre e ferro hepáticos. Resultados: No trigésimo dia do tratamento dietético, a média de peso dos animais do grupo sham-30 foi maior (212,49ñ24,88 g) em relação aos grupos operados-30 (172,29ñ27,00 g), sham-60 (203,45ñ23,24 g) e operados-60 (180,23ñ21,51 g), sendo a diferença significante (p<0,001). A ingestão alimentar foi maior nos grupos sham-30 e sham-60, respectivamente, 380,21ñ57,30 g, 384,72ñ56,18 g do que nos grupos operados-30 (321,44ñ43,61 g) e operados-60 (353,94ñ13,09 g), sendo a diferença significante (p<0,020). Quanto à eficiência alimentar, o estudo estatístico mostrou que os grupos operados-30 e operados-60 apresentaram média menor (0,38ñ0,04 g e 0,37ñ0,04 g respectivamente), quando comparadas aos grupos sham-30 (0,43ñ0,02 g) e sham-60 (0,42ñ0,02 g; p<0,001). 0 peso do fígado foi maior no grupo operados-60 (11,58ñ2,27 g) em relação aos...(au).
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2003. 105 p.