Alterações das células de Langerhans e sua relação com lesão histopatológica do colo uterino por papilomavírus humano em pacientes com captura híbrida positiva

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2002
Autores
Uchimura, Nelson Shozo [UNIFESP]
Orientadores
Ribalta, Julisa Chamorro Lascasas [UNIFESP]
Ribalta, Julisa Chamorro Lascasas [UNIFESP]
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
OBJETIVOS: A presenca do HPV associada a imunodepressao mediada por celulas pode ser o inicio da oncogenese. As celulas de Langerhans exercem papel fundamental como celulas apresentadoras de antigenos estranhos aos linfocitos T-CD4. Esse estudo objetivou avaliar as modificacoes morfologicas, densidade, localizacao e tipo de celulas de Langerhans, em mulheres com e sem lesao viral histopatologica. METODOLOGIA: Foram estudadas quatorze mulheres com infeccao sub-clinica de HPV e submetidas a exames clinico, colpocitologico, colposcopico e as biopsias pareadas de colo uterino. Para essas amostras de colo uterino foram efetuados exames de histopatologia, Captura Hibrida para HPV e imuno-histoquimica S100. Analisaram-se os grupamentos atraves de teste do sinal de Wilcoxon. RESULTADOS: A localizacao mais frequente das celulas de Langerhans nas amostras de biopsia de colo uterino foi verificada nas camadas intermediaria e basal do epitelio e na camada sub-epitelial do estroma. Ha importantes modificacoes nos tecidos com e sem lesao histopatologica viral, quanto a densidade nos perfis citoplasmaticos e a relacao perfis citoplasmaticos/nucleo no epitelio e estroma. Modificacoes morfologicas significativas ocorrem na presenca do HPV, tornando as celulas de Langerhans com dendritos curtos e menos numerosos, tanto no epitelio quanto no estroma. CONCLUSOES: O presente estudo observou alteracoes citoplasmaticas significantes das celulas de Langerhans no tecido com lesao histopatologica quando comparada ao tecido sem lesao viral sugerindo que a progressao da infeccao viral determina alteracoes citoplasmaticas nessas celulas,' agravando suas, funcoes, imunologicas e somadas a efeitos do DNA viral contribuiriam de forma incisiva na oncogenese da neoplasia do colo uterino
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2002. 99 p. ilustab.