Radioprotecao farmacologica pela amifostina em glandulas salivares submandibulares em um modelo experimental irradiado como iodo 131

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2002
Autores
Novikoff, Silviene [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Com o intuito de avaliar a protecao celular das lesoes induzidas pelas radiacoes originadas da administracao de lodo 131 pela amifostina, foi estudado um modelo animal, que consiste em ratos (Rattus norvegicus). Quarenta animais foram injetados com a dose de 1 mCi de iodo radioativo (I131. Em vinte animais foi administrada subsequentemente a amifostina, na dose de 200mgJKg. Os quarenta animais irradiados tiveram suas glandulas salivares submandibulares (GSSM) estudadas histologicamente, em comparacao com um grupo de 20 animais controle. Observou-se que nao houve diferencas significativas de peso corporal entre os tres grupos estudados. No grupo que recebeu apenas I131 as lesoes de GSSM as lesoes de acinos glandulares mostraram-se mais intensas do que no grupo que recebeu, alem do radiofarmaco, amifostina. O potencial de lesao induzido pelas radiacoes foi identico nos dois grupos, considerando-se que as dosimetrias de exposicao das GSSM dos animais sacrificados em 7 e 30 dias foram estatisticamente comparaveis. Os resultados demonstram que a amifostina, exerce uma acao protetora dos efeitos citotoxicos da radiacao ionizante emitida pelo I131, concentrado na glandula tireoide. Este trabalho confirma o potencial citoprotetor da amifostina, utilizando, contudo, um modelo animal diferente, ainda nao estudado anteriormente
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2002. 110 p. ilustab.
Coleções