Caracterização funcional do LOPAP (ativador de protrombina da lagarta Lanomia oblíqua)

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2002
Autores
Fritzen, Marcio [UNIFESP]
Orientadores
Chudzinski-Tavassi, Ana Marisa [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
A lagarta Lonomia obliqua é encontrada no sul do Brasil, e o contato da pele humana com suas cerdas, em forma de "espinhos", causa entre outros sintomas, uma severa síndrome hemorrágica devido a coagulopatia de consumo, ocasionada por procoagulantes (ativadores de protrombina e fator X da coagulaçao. Na Venezuela, uma outra espécie de lagarta, a Lonomia achelous, é responsável por acidentes semelhantes, porém, a síndrome hemorrágica foi atribuída a uma fibrinólise primária desencadeada por proteínas fibrinolíticas capazes de degradar o Fator XIII da coagulaçao. Objetivo: Caracterizaçao estrutural e funcional do Lopap (ativador de protrombina), presente no extrato bruto de cerdas da L. obliqua. Métodos: O extrato de cerdas foi preparado em tampao salina-fosfato pH 7,4 e submetido a uma cromatografia de gel filtraçao em Sephadex G75 em tampao Tris-HCI 50 mM, NaCI 100 mM pH 8,0. Após diálise e concentraçao, o pool das fraçoes ativas foi submetida a uma cromatografia de troca iônica (PA-DEAE) eluída com um gradiente linear de NaCI (0-500 mM). As fraçoes ativas foram concentradas e submetidas a uma fase reversa em HPLC (coluna C4) eluída com um gradiente linear de acetonitrila (35-55 por cento) e a fraçao ativa foi recromatografada e eluída com um gradiente linear de acetonitrila (43-53 por cento). A atividade do extrato e das fraçoes eluídas foi monitorada pela capacidade de geraçao de trombina a partir de protrombina humana usando o substrato cromogênico S-2238. Foi determinado o pl do Lopap e foram realizados ensaios de atividade enzimática e determinaçao do ponto de hidrólise de substratos fluorogênicos sintetizados com seqüências baseadas nos sítios de clivagem da protrombina, hidrólise da protrombina e análise dos fragmentos por SDS-PAGE, teste de atividade fibrinolítica sobre placas de fibrina humana, atividade na presença e ausência dos componentes do complexo protrombinase, atividade do LOPAP e da trombina formada na agregaçao plaquetária e inibiçao desta atividade pela antitrombina III. Com o extrato das cerdas foram realizados testes de atividade fibrinolítica sobre placas de fibrina humana, atividade fibrinogenolítica e coagulaçao do fibrinogênio purificado, atividade ativadora de plasminogênio e coagulaçao de plasma humano. Resultados: Foi purificada uma proteína de 69 kDa que possue um pl de 6,1 e com atividade procoagulante capaz de ativar o fator II em ensaios com substrato...(au)
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2002. 110 p. ilustab.