Analise de variaveis maternas e fetais em gestantes portadoras de cardiopatias congenitas

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2002
Autores
Ferraz, Marilda Christina Gaia [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Foram acompanhadas, durante _o periodo de 1981 a 2001, 137 pacientes portadoras de cardiopatias congenitas, durante 154 gestacoes. As pacientes foram divididas em dois grupos conforme a presenca a presenca de cianose: Sem cianose na gestacao - engloba as pacientes acianoticas e aquelas que inicialmente eram cianoticas e se submeteram a correcao cirurgica previa total. Este grupo foi composto por 122 mulheres, acompanhadas durante 135 gestacoes, com idade variando de 15 a 36 anos(media de 25,8 anos). Com cianose na .gestacao - composto por 15 pacientes acompnhadas durante 19 gestacoes, com idade variando de 17 a 38 anos( media 29 anos). A patologia congenita acianotica mais comun foi a CIA e a sindrome de Eisenmenger, entre as cianoticas. As gestantes tambem foram classificadas segundo a presenca ou ausencia de insufiCiência cardiaca (NYHA). Houve diferenca estatistica significante entre TF III e IV em pacientes acianoticas e a presenca de prematuridade(p= 0,0174,baixo peso ao nascimento (p < 0,0001) e PIG (p= 0.0067). Foi encontrada associacao estatistica significante entre a cianose materna e a presenca de prematuridade (p = 0,0020), baixo peso(p<0.0005) e PIG(p=0,0174). Neste grupo ocorreram oito perdas conceptuais, sendo cinco natimortos e em tres pacientes foi realizada interrupcao da gravidez. Alem disso, tres mulheres portadoras de sindrome de Eisenmenger faleceram nos sete primeiros dias do puerperio...(au)
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2002. 142 p. tab.
Coleções