Experiência com hidrato de cloral e midazolam na sedaçäo de crianças para ecocardiograma

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2002
Autores
Borowski, Luciana Pires [UNIFESP]
Orientadores
Moises, Valdir Ambrosio [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Objetivo: Analisar a eficacia, a influencia nos parametros fisiologicos e os efeitos colaterais de dois sedativos na realizacao de ecocardiograma. Material e metodo: entre janeiro e junho de 2001, 209 criancas com indicacao de ecocardiograma foram selecionadas para o estudo e divididas em tres grupos. Grupo I, 70 criancas (idade media = 21,2 meses; peso medio = 10Kg) receberam hidrato de cloral (HC) (solucao 10 por cento, dose 70 mg/Kg, via oral); grupo II, 50 criancas (idade media = 17,1 meses; peso medio = 8,2Kg) receberam midazolam (MD) (0,2 a 1 mg/Kg, via oral). Grupo III, 89 criancas, grupo controle, submeteram-se ao exame sem sedacao. Antes de receber o medicamento, todas estavam em jejum de 4 horas para solidos e leite e 2 horas para liquidos claros, submeteram-se a exame clinico e monitorizacao continua das frequencias cardiaca e respiratoria, e oximetria de pulso. Foram analisados os tempos para inicio da sedacao, duracao e qualidade da sedacao (1-crianca ansiosa, 2-agitada, 3-calma, 4sonolenta, 5-adormecida). Resultados: a dose media do HC foi de 76 mg e de MD 5,3 mg. Com apenas uma dose de cada sedativo, sedacao(estados 4 e 5) foi obtida em 48/70 (68,6 por cento) das criancas do grupo I e em 10/50 (20 por cento) das do grupo II. O tempo medio de inicio da sedacao foi maior no grupo I (13 minutos) do que no grupo II (11,32 minutos) (p<0,05); a duracao da sedacao foi tambem maior nas criancas que usaram HC (53 minutos) do que nas que usaram MD (23 minutos) (P<0,05). Com ambos os medicamentos houve diferenca significante das frequencias cardiaca e respiratoria, mas nao da oximetria entre os periodos pre, durante e apos a sedacao, mesmo naquelas com cardiopatia congenita cianotica. Apenas 5 criancas do grupo I tiveram efeito colateral (vomitos) apos receberem hidrato de cloral. Conclusao: nas doses utilizadas os dois medicamentos foram seguros, enquanto o hidrato de cloral foi mais eficaz para sedacao de criancas submetidas ao ecocardiograma
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2002. 68 p. ilustab.