Show simple item record

dc.contributor.authorGorla Junior, Jose Antonio [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T23:01:56Z
dc.date.available2015-12-06T23:01:56Z
dc.date.issued2001
dc.identifier.citationSão Paulo: [s.n.], 2001. 56 p. ilustabgraf.
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17716
dc.description.abstractO estimulo da regeneracao hepatica e desejavel em situacoes de insufiCiência grave causada por hepatopatias, cirurgia ou isquemia. A maioria dos estudos sobre regeneracao hepatica adota o modelo da hepatectomia. Seria interessante melhor compreender o processo no orgao intacto pois e sobre ele que, na pratica clinica, a estimulacao do fenomeno sera feita na maior parte das vezes. A injecao intra-peritoneal de dose unica diaria de solucao padrao para nutricao parenteral total acrescida de insulina, glucagon e triiodotironina (denominada de FH), produziu resposta proliferativa significante em figados intactos, porem com alta mortalidade. Neste estudo avaliamos o crescimento do figado intacto com doses fracionadas de FH. Estudou-se 4 grupos de 10 ratos, femeas Wistar, com peso aproximado de 200g. Dois grupos, FM e FHSC, receberam FH por via peritoneal e subcutanea respectivamente. Dois grupos, SFI e SFSC, receberam solucao salina 0,9 por cento pelas mesmas vias. As doses para todos os grupos foi de 4ml a cada 12h durante 7 dias. No 8º dia fez-se a eutanasia por inalacao de eter. Constatou-se uma relacao peso hepatico/peso corporeo de 4,6 por cento no grupo FM contra 4 por cento no grupo SFI (P<0,05). A dosagem media de DNA (mg/g de tecido) foi de 3,02 no grupo FHI contra 1,73 no grupo SFI (P<0,01). A taxa media de proteina tecidual obtida (mg/g de tecido) foi de 20,8 no grupo FHI contra 11,8 no grupo SFI (P<0,01). A histometria revelou um volume medio dos nucleos dos hepatocitos (pm3) de 234,45 no grupo FIE contra. 111,13 no grupo SFI (P<0,01). Nao houve mortalidade nos grupos estudados. Ocorreu perda significante de peso corporeo entre o inicio e o final do experimento, provavelmente por estresse e/ou estimulo hiperglicemiante, pois foi maior tambem no grupo FHSC. Estes dados demonstram a ocorrencia de resposta de crescimento hepatico significante as custas de estimulo proliferativo o que, somado a ausencia de mortalidade no experimento pode sinalizar para a possibilidade de futuras aplicacoes clinicas no campo da hepatologia cirurgica (pre-transplante ou hepatectomias extensas) ou clinica (perda de parenquima e/ou funcao do orgao em necroses, abcessos, cirrose, hepatites)pt
dc.format.extent56 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectFígadopt
dc.subjectRegeneração Hepáticapt
dc.subjectSubstâncias de Crescimentopt
dc.subjectTransplante de Fígadopt
dc.titleEstudo da resposta proliferativa do figado intacto de ratas a administracao intraperitoneal de substancias hepatotroficaspt
dc.title.alternativeThe proliferative response of the intact liver of female rats administration of hepatotrophic substancesen
dc.typeDissertação de mestrado
dc.identifier.fileepm-017550.pdf
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusUniversidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicinapt


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record