Efeitos da sibutramina ou placebo, sobre os sintomas relativos ao sistema nervoso central, habitos e comportamento alimentar em pacientes obesos e hipertensos

Show simple item record

dc.contributor.author Schoereder, Irene England [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:01:31Z
dc.date.available 2015-12-06T23:01:31Z
dc.date.issued 2001
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2001. 66 p. ilustab.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17337
dc.description.abstract Em um estudo do tipo duplo cego randomizado e controlado por placebo, foram avaliados os efeitos da sibutramina e placebo sobre os sintomas relativos ao sistema nervoso central (humor, vitalidade, sono) habitos ou comportamento alimentar em 77 pacientes obesos e hipertensos com IMC >_ 30 e < 50 kg/m2 sendo que 62 estavam recebendo 1 ou mais agentes antihipertensivos. Chegaram ao final do estudo 40 pacientes que receberam placebo e 37 que receberam sibutramina 10 mg por 24 semanas. Ao termino das 4 semanas iniciais em que todos receberam placebo e ao final do tratamento os pacientes responderam a um questionario que incluia 15 questoes do Mynor Symptons Evaluation Profile, elaborado e validado por Carl Dahiof, e 11 outras questoes que tambem avaliavam comportamento alimentar, atividade fisica e imagem corporal. Comparado com placebo, o tratamento com sibutramina resultou em um decrescimo maior do IMC (2,9 n 2,0 vs 1,1 n 1,5 kg/m2) e do peso (7,3 n 5,0 vs 2,8 n 3,8 kg). A pressao arterial sistolica mostrou decrescimos semelhantes nos dois grupos (de 158,8 t 18,7 para 148,2 n 21,1 mmHg; p< 0,05 no grupo placebo e de 156,4 n 19,6 para 146,4 n 16,1 mmHg; p< 0,05 no grupo sibutramina) enquanto a pressao arterial diastolica apresentou uma reducao maior no grupo placebo ( de 99,1 t 18,8 para 92,1 t 13,5 mmHg; p< 0,05) do que no grupo sibutramina (de 96,6 t 11,8 para 93,4 n 13,8 mmHg, ris). Os ajustes na medicacao antihipertensiva nao foram diferentes nos dois grupos. Foram observadas reducoes significativas e semelhantes nos totais dos escores, o que reflete uma melhora nos sintomas, nos aspectos avaliados para os grupos placebo e sibutramina respectivamente: humor (de 42 para 27,5; p<0,001 e de 39 para 21; p<0,001), vitalidade (de 14 para 12.5; p<0,01 e de 16 para 10; p<0,01), sono (de 12 para 7,5; p<0,05 e de 15 para 10, ns), atividade fisica (de 11,5 para 8; p<0,001 e de 13 para 9; p<0,001) e comportamento alimentar (de 21,5 para 18,5; p<0,001 e de 25 para 13; p<0,001)...(au) pt
dc.format.extent 66 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Ciclobutanos pt
dc.subject Obesidade pt
dc.subject Hipertensão pt
dc.subject Sono pt
dc.subject Comportamento Alimentar pt
dc.title Efeitos da sibutramina ou placebo, sobre os sintomas relativos ao sistema nervoso central, habitos e comportamento alimentar em pacientes obesos e hipertensos pt
dc.title.alternative Efeccts od sibutramine or placebo on monor central nervous system related symptoms, eating behavior and habits in hipertensive obese patients en
dc.type Dissertação de mestrado
dc.identifier.file epm-017147.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account