Modelo técnico experimental para prática de anastomose esofágica em coelhos

Nenhuma Miniatura disponível
Data
1999
Autores
Coelho, Silvio Antonio [UNIFESP]
Orientadores
Schettini, Sergio Tomaz [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O proposito deste trabalho foi padronizar um modelo tecnico experimental de anastomose esofagica que simule a correcao da atresia do esofago e possa contribuir na formacao do especialista em cirurgia pediatrica. A atresia do esofago e uma patologia de baixa prevalencia. A possibilidade do medico residente realizar sua correcao durante o periodo de formacao e pequena, mesmo em servicos de referencia. A tecnica operatoria comporta-se como um fator coadjuvante na sobrevida destes pacientes. Foram utilizados 25 coelhos Nova Zelandia, submetidos a anestesia dissociativa endovenosa, toracotomia direita, seccao de 1,5 cm do esofago toracico medio e anastomose termino-terminal em plano unico, com pontos separados de prolene 6-0. Fechamento da cavidade por planos, com drenagem por contra-abertura. O esofago do animal assemelha-se em aspecto macroscopico e consistencia com o do recem nascido. Assim, comportaram-se os cuidados pre, trans e pos-operatorios, a via de abordagem, a tecnica utilizada e as manobras para realizacao da anastomose. As complicacoes ocorreram em 20 por cento (5) dos casos, sendo apenas 8 por cento ( 2 ) de obitos nos animais. O modelo e simples e de facil reprodutibilidade, podendo ser utilizado pelo especialista em formacao e para o profissional ja formado, quando este nao realiza o procedimento com frequencia, antes de realiza-lo em seu paciente
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 1999. 66 p. ilustab.
Coleções