Padronizacao de um modelo de trauma medular, em coelhos

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2000
Autores
Vargas, Kleber Soline Monteiro [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Foi realizado um experimento com trauma medular puntiforme com agulha de puncao lombar com mandril, em coelhos machos, albinos, da raca Nova Zelandia, com a finalidade de estudar as alteracoes morfologicas ocorridas na medula espinhal, no periodo de seis horas. Os animais foram distribuidos, de forma aleatoria, em dois grupos com dezessete animais cada um, denominados Grupo Trauma e Grupo Controle, respectivamente. No Grupo Trauma realizou-se uma laminectomia toracica seguida de lesao medular puntiforme e no Grupo Controle apenas a laminectomia. Foram feitos estudos histologicos e por espectrofotometria. Para analise estatistica utilizou-se os testes G de COCHRAN quiquadrado, exato de FISBER, MANN-WHITNEY e WILCOXON. Os resultados mostraram que a presenca de hemorragias epidural, subdural, subaracnoidea, das substancias branca e cinzenta, do edema extracelular e da degeneracao acidofila dos neuronios foi maior no grupo trauma (GT) que no grupo controle (GC). Concluiu-se que o modelo proposto de trauma experimental de medula espinhal, em coelhos, permitiu avaliar as alteracoes morfologicas da medula espinhal em traumas agudos
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2000. 54 p. ilustab.
Coleções