Efeito da desepitelizacao na sintese de glicosaminoglicanos em corneas humanas mantidas em cultura

Show simple item record

dc.contributor.author Soriano, Eduardo Sone [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:01:14Z
dc.date.available 2015-12-06T23:01:14Z
dc.date.issued 2000
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2000. 176 p. ilustab.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17072
dc.description.abstract Os objetivos do presente trabalho foram identificar os glicosaminoglicanos presentes na cornea humana, analisar a sintese dos glicosaminoglicanos em corneas humanas mantidas em cultura e avaliar o efeito da remocao do epitelio sobre a sintese destes compostos em corneas mantidas em cultura. Para tal, foram utilizadas corneas do Banco de Olhos do Hospital São Paulo que foram rejeitadas para transplantes. Os glicosaminoglicanos foram extraidos apos proteolise dos tecidos com papaina e identificados por uma combinacao de eletroforese em gel de agarose e degradacao enzimatica com mucopolisacaridases bacterianas especificas. Os principais glicosaminoglicanos extraidos da cornea humana foram o queratam sulfato e o dermatam sulfato, cada um correspondendo a cerca de 50 por cento do total. Para analisar os glicosaminoglicanos sintetizados em cultura, as corneas foram mantidas em meio Fl2, por 24 horas, a 37§C, em atmosfera contendo 2,5 por cento de gas carbonico. Ao meio de cultura foi adicionado 35S-sulfato, de forma que os glicosaminoglicanos sintetizados em 24 horas fossem, entao, metabolicamente marcados. OS 35S-glicosaminoglicanos foram isolados da mesma forma descrita acima, exceto que foram vistos por radioautograma e quantificados em um contador de cintilacoes. O principal glicosaminoglicano sintetizado foi o dermatam sulfato (72 por cento do total), seguido pelo queratam sulfato (l7 por cento). Alem desses dois glicosaminoglicanos, apareceu heparam sulfato (11 por cento), que nao foi identificado como constituinte da cornea por estar em pequena quantidade (abaixo do limite de deteccao do metodo). Esses resultados sugerem que o dermatam sulfato e o heparam sulfato apresentem uma taxa de turnover maior que a do queratam sulfato. A desepitelizacao corneana levou a uma alteracao no padrao de sintese de glicosaminoglicanos, com uma maior marcacao de dermatam sulfato e uma diminuicao no heparam sulfato, em relacao ao controle. Este efeito foi proporcional a area da cornea desepitelizada. Para verificar quais Os glicosaminoglicanos sintetizados em cada camada celular, o epitelio, o endotelio e o estroma foram separados e os glicosaminoglicanos sintetizados em cada uma delas foram identificados. Verificou-se que os ceratocitos foram os principais responsaveis pela sintese de dermatam sulfato e queratam sulfato, enquanto as celulas epiteliais produziram basicamente heparam sulfato. Esta observacao explica a ...(au) pt
dc.format.extent 176 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Glicosaminoglicanas pt
dc.subject Proteoglicanas pt
dc.subject Dermatan Sulfato pt
dc.subject Heparitina Sulfato pt
dc.subject Sulfato de Ceratano pt
dc.subject Córnea pt
dc.subject Epitélio Anterior pt
dc.subject Substância Própria pt
dc.title Efeito da desepitelizacao na sintese de glicosaminoglicanos em corneas humanas mantidas em cultura pt
dc.title.alternative Effect of epithelial debridement on glycosaminoglycan synthesis by human corneal explants en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-016849.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account