Show simple item record

dc.contributor.authorSouza, Raymison Monteiro de [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T23:01:10Z
dc.date.available2015-12-06T23:01:10Z
dc.date.issued2000
dc.identifier.citationSão Paulo: [s.n.], 2000. 89 p. ilus.
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16992
dc.description.abstractO objetivo do estudo e o estabelecimento de uma conduta cirurgica para o salvamento do membro inferior, em doentes com acidentes causados por mordedura de serpentes do genero Bothrops, que evoluiram com sindrome de compartimento. As vantagens do tratamento cirurgico - fasciotomia, foram determinadas em relacao: (l) Tempo decorrido entre o primeiro atendimento ate o tratamento cirurgico - fasciotomia; (2)Evolucao clinico cirurgica; (3) Tempo de internacao hospitalar e (4) Morbi-mortalidade. Foram submetidos a um estudo retrospectivo, 50 doentes (de um total de 994) divididos em dois grupos de 25. Sendo o grupo I os doentes com menos de 24:00 horas entre o primeiro atendimento e a cirurgia - fasciotomia, o grupo li os doentes com mais de 24:00 horas entre o primeiro atendimento e a cirurgia - fasciotomia. Os doentes deram entrada no Hospital Fundacao de Medicina Tropical, durante o periodo de 1993 a 1997. Foram verificadas as complicacoes cirurgicas no 111 dia, 80 dia e ate o 300 dia de pos-operatorio. O sexo masculino, adultos jovens e procedencia da area rural predominaram em ambos os grupos. Os resultados revelam que o grupo li apresentou maior complicacao em todas as avaliacoes pos-operatorias. - Amputacao 3 (l2 por cento) - InsufiCiência renal aguda 3 (l2 por cento), contra 1(4 por cento) do grupo I - Lesao nervosa, pe caido 7 (28 por cento), contra 2 (8 por cento) do grupo I - Infeccao local 7 (28 por cento), contra 2 (8 por cento) do grupo I - Necrose muscular 4 (l6 por cento), contra 3 (l2 por cento) do grupo I - obito l (4 por cento) - Apenas o sangramento local o grupo I foi maior 7 (28 por cento), contra 3 (l2 por cento) do grupo li - O tempo de internacao hospitalar foi maior no grupo li com a media de 16 dias, contra 10 dias do grupo 1. Concluimos que o tempo do primeiro atendimento ate a realizacao da fasciotomia foi um fator determinante no aparecimento das complicacoes como necrose de musculo, lesao nervosa, insufiCiência renal, amputacao. As complicacoes ocorrem com maior frequencia quando o tempo entre o primeiro atendimento e a fasciotomia foi maior que 24:00 horas. O sangramento na fasciotomia foi o mais frequente no grupo 1. O tempo de internacao foi maior no grupo 11pt
dc.format.extent89 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectSíndromes Compartimentais/cirurgiapt
dc.subjectMordeduras de Serpentespt
dc.subjectBothropspt
dc.subjectExtremidades/cirurgiapt
dc.subjectFáscia/cirurgiapt
dc.subjectPerna (Organismo)/cirurgiapt
dc.subjectVenenos de Serpentespt
dc.titleFasciotomia para salvamento do membro inferior em doentes com sindrome compartimental causado por mordedura de serpente do genero Bothropspt
dc.title.alternativeFasciotomy for lower limb salvage in patients with compartment syndrome caused by bothrops snake biteen
dc.typeDissertação de mestrado
dc.identifier.fileepm-016769.pdf
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusUniversidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicinapt


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record