Fones de inserção: um estudo em indivíduos audiologicamente normais

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2000
Autores
Gil, Daniela [UNIFESP]
Orientadores
Borges, Alda Christina Lopes de Carvalho [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Este estudo teve como objetivos comparar os limiares de audibilidade para tons puros obtidos com os fones supra-aurais TDH39 e com os fones de insercao ER-3A e verificar a aplicabilidade dos fatores de correcao para o ER-3A propostos pelo fabricante, ao comparar-se as respostas obtidas com estes dois tipos de transdutores. A amostra constituiu-se de 40 individuos, sendo 20 do sexo feminino e 20 do sexo masculino, com idades variando entre 16 e 35 anos, sem queixas em relacao a sensibilidade auditiva. Inicialmente, todos os individuos foram submetidos a inspecao do meato acustico externo. Em seguida, foi realizada a avaliacao audiologica basica constituida por audiometria tonal liminar, limiar de reconhecimento de fala (SRT), indice percentual de reconhecimento de fala (IPRF) e medidas da imitancia acustica (timpanometria e limiar do reflexo acustico contralateral). A audiometria tonal e vocal foram realizadas tanto com os fones supra-aurais como com os fones de insercao, adaptados a orelha por meio de plugs de espuma, selecionados de acordo com o tamanho da abertura do meato acustico externo e com as instrucoes do fabricante. Pudemos concluir que a utilizacao dos fones de insercao ER-3A possibilitou a obtencao de limiares de audibilidade melhores do que com os fones supra-aurais convencionais. No entanto, observamos diferencas significantes entre os sexos, masculino e feminino para ambos os transdutores. Observamos ainda que os fatores de correcao propostos pelo fabricante sao necessarios e mostraram-se adequados para este grupo de individuos
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2000. 81 p. ilustab.