Hiperparatireoidismo primário: aspectos clínicos, laboratoriais, cirúrgicos e histopatológicos em 48 pacientes.

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2000
Autores
Santos, Rodrigo Oliveira [UNIFESP]
Orientadores
Abrahão, Márcio [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Foram estudados, retrospectivamente, 48 pacientes com diagnostico de hiperparatireoidismo primario, submetidos a exploracao cervical no Setor de Cirurgia de Cabeca e Pescoco da UNIFESP-EPM, analisando aspectos clinicos, laboratoriais, cirurgicos e histopatologicos, com o objetivo de se caracterizar dados que possam auxiliar o cirurgiao na diferenciacao etiologica entre adenoma, hiperplasia e carcinoma. Os pacientes tiveram idade media de 54,5 anos, sendo 37 (77 por cento) femininos e 11 (23 por cento) masculinos. Apenas 6 (l2,5 por cento) pacientes nao eram caucasianos. Como a distribuicao dos sexos quanto a variavel idade nao mostrou diferenca estatisticamente significante, utilizamos os pacientes como um unico grupo. Quanto aos aspectos clinicos, foi analisada a incidencia de alteracoes renais, osseas, gastrointestinais, neurologicas, psiquiatricas, de hipertensao arterial sistemica, gota/pseudogota/hiperuricemia, ceratopatia (calcificacao corneo-esclera), perda de peso, tumor cervical palpavel e de pacientes assintomaticos. Foram analisadas, entre os aspectos laboratoriais, as dosagens de Ca, Ca++, PTH, FA e P, tomando como valor a ultima dosagem realizada antes da cirurgia. O aspecto cirurgico, o numero de glandulas localizadas, numero de glandulas aumentadas, a localizacao das glandulas aumentadas e o exame histopatologico imediato por congelacao fizeram parte da avaliacao cirurgica. A avaliacao histopatologica se baseou no diagnostico final dado pelo patologista e, alem disso, foram realizadas correlacoes entre os achados clinicos, laboratoriais, cirurgicos e histopatologicos. Nenhuma manifestacao clinica foi capaz de diferenciar os pacientes com adenoma daqueles com hiperplasia. A presenca de deformidade esqueletica, obstipacao, perda de peso e tumor cervical palpavel foi significantemente maior nos pacientes com carcinoma que naqueles com lesoes benignas. As dosagens de Ca, Ca++, PTH, FA e P nao foram capazes de diferenciar os pacientes com adenoma daqueles com hiperplasia. As dosagens de Ca e Ca++ foram significantemente maior nos pacientes com carcinoma que naqueles com adenoma. Nao houve diferenca significante nas dosagens de PTH, FA e P entre os pacientes com carcinoma e adenoma. Nao houve diferenca significante nas dosagens de Ca, Ca++, PTH, FA e P entre os pacientes com carcinoma e hiperplasia. O aspecto cirurgico permitiu o diagnostico correto em 89,2 por cento dos...(au)
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2000. 138 p. tab. graf.