Padronizacao de metodologias para concentracao e deteccao de virus entericos em aguas, utilizando poliovirus como modelo

Nenhuma Miniatura disponível
Data
1999
Autores
Queiroz, Maria Cristina Serra de [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
A qualidade da agua e frequentemente monitorada pela presenca de coliformes fecais; porem este indicador nao avalia a presenca de virus entericos que sao excretados nas fezes humanas e podem ser transmitidos por via oral-fecal. Eles podem estar presentes em aguas de esgoto mesmo apos os processos de tratamento. Os enterovirus constituem portanto um risco para a Saúde publica. Para detectar a presenca destes virus em agua, foram testadas amostras de agua Milli-Q, destilada e agua de torneira semeadas com poliovirus 2. Estas aguas foram filtradas atraves do filtro eletropositivo 1MDS (VIROSORB, CUNO), eluidas com extrato de carne e reconcentradas por floculacao organica. As amostras assim concentradas foram processadas para detecao de enterovirus atraves de metodos que combinam as tecnicas moleculares e cultura de celulas. O resultado da citopatogenicidade mostrou que houve uma perda no percentual de infectividade em relacao ao controle viral enquanto que nos ensaios para contagem de placas de lise nao se evidenciou interferencia ja que os resultados das amostras de agua semeadas antes e depois dos processos de concentracao comparando-se com o controle viral apresentou uma boa media de recuperacao. A extracao do RNA viral das amostras pelos diferentes metodos testados (silica, fenol-cloroformio-alcool isoamilico, TRIZOL© e calor) apresentaram resultados positivos evidenciados atraves da reacao de RT-PCR. A metodologia podera portanto ser aplicada para monitoracao de contaminacao de agua por enterovirus
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 1999. 59 p. ilustab.
Coleções