Estudo da acao aguda da aminofilina endovenosa nos musculos respiratorios de pacientes com esclerose lateral amiotrofica

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2000
Autores
Hayashi, Maria Clariane Berto [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
A aminofilina, do grupo das metilxantinas, tem um importante papel no controle da obstrucao das vias aereas. Essa droga tem sido muito utilizada devido a seu efeito broncodilatador e estimulador do SNC. Estudos tem evidenciado que a aminofilina melhora a contracao do diafragma em individuos normais e com doenca pulmonar obstrutiva cronica, proporcionando menor suscetibilidade a fadiga do diafragma. Outro estudo relata a acao positiva da aminofilina sobre a endurance dos musculos respiratorios de pacientes com doencas neuromusculares. A partir desses estudos e conhecendo a evolucao dos pacientes com ELA, doenca progressiva que se caracteriza pelo comprometimento do neuronio motor superior e inferior, com predominancia para o sexo masculino, numa proporcao de 2:1, passamos a estudar a acao aguda desse farmaco em individuos portadores da doenca. Foram estudados 25 pacientes sendo dezoito homens e sete mulheres, dos quais 20 apresentavam comprometimento inicial em membros e cinco, comprometimento inicial bulbar. Antes de receber a aminofilina ou placebo, os pacientes passaram por uma fase de aprendizado das medidas de CV, Plmax, PEmax, endurance dos musculos respiratorios, WM e forca de preensao das maos, e apos terem aprendido a realiza-las foram convocados a receber a droga. Foram convocados dois pacientes por dia. No dia do teste, os pacientes foram submetidos a mensuracao da pressao arterial, frequencia cardiaca, saturacao de 02 e frequencia respiratoria. Ao termino da mensuracao, os pacientes foram submetidos as medidas citadas anteriormente e receberam o primeiro medicamento, ou seja, aminofllina ou placebo endovenoso no MSD, conforme randomizacao, por 30 minutos. Ao termino do medicamento, foram verificadas novamente a PA, FC, Sat 02; apos cinco minutos do termino da administracao da droga, foram colhidos cinco mi de sangue no MSE para analise do nivel serico da aminofilina e novamente as medidas foram realizadas. Os pacientes foram orientados a retornar 72 horas apos o primeiro medicamento, quando eram submetidos as mesmas medidas e em seguida recebiam o segundo medicamento. Os mesmos procedimentos do primeiro dia eram repetidos nesse dia. Nao foi observada melhora na forca e na endurance dos musculos respiratorios nos 25 pacientes avaliados para as variaveis ja citadas. Uma possivel explicacao para o resultado encontrado consiste no fato da ELA ser uma doenca progressiva, com evolucao rapida, caracterizando-se por...(au)
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2000. 86 p. ilustab.
Coleções