Avaliacao da imunidade periferica apos a injecao intratimica de antigenos do doador pela tecnica do linfonodo popliteal

Nenhuma Miniatura disponível
Data
1999
Autores
Weber, Maria Lucia Alves [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
A inducao de tolerancia e uma alternativa para diminuir a necessidade do uso cronico de drogas imunossupressoras em transplante. A IT e uma das maneiras mais eficientes de se induzir tolerancia imunologica. Utilizamos o modelo de ensaio do linfonodo popliteal (PLN) para avaliar a eficacia da Injecao Intratimica(IT) na diminuicao da resposta proliferativa aos aloantigenos. Camundongos machos adultos C57BL/6 e BALB/c foram utilizados como doador e receptor respectivamente, C3H/He como cepa distinta e DBA/2 no estudo da via de apresentacao de antigenos. Celulas lisadas, fixadas com paraformaldeido ou irradiadas foram utilizadas para identificar a via de apresentacao de antigenos. Os esplenocitos foram obtidos por gradiente de Ficoll, sendo em seguida contados e avaliados quanto a viabilidade . A injecao de 107 esplenocitos de C57BU6 foi realizada na pata direita de BALB/c e apos 7 dias, o linfonodo poptiteal foi retirado e pesado, o mesmo acontecendo com o da pata contralateral que nao foi estimulada. A injecao de 107 esplenocitos do doador em cada lobo timico do receptor realizada 7 dias antes do estimulo na pata. A estimulacao alogenica da pata direita causou um aumento significativo do linfonodo popliteai versus o controle (5,2n 2,6 x 1,0 + O,3,p=O,OOQly. A IT de antigenos do doador, diminuiu a resposta proliferativa (5,2 + 2,6 x 2,3+0,2,p=O,OOOl). Essa diminuicao nao foi devida a manipulacao mecanica do timo, ja que a IT da solucao veiculo (PBS) nao teve efeito sobre o peso do linfonodo ( 5,2 + 2,6 x 6,1 + 1,5, p=O,O5) . A diminuicao da resposta proliferativa foi antigeno especifica, nao se obtendo o mesmo resultado com IT de antigenos do doador e estimulacao na pata com antigenos de cepa distinta (C3H/He) (8,9+ 3,4).0 estimulo com celulas lisadas ou fixadas em paraformaldeido nao promoveram a proliferacao celular, confirmando que a integridade da APC do doador e essencial no processo. Celulas mononuclear DBA/2 (dispares quanto aos antigenos menores) induziu proliferacao do linfonodo ao mesmo nivel do estimulo alogenico (6,9 + 2,9 x 5,7 + 1,5, p=O,46), enfatizando o papel da apresentacao indireta. Na histologia o grupo alogenico apresentou, centros germinativos secundarios e celulas em apoptose. evidentes, ja, o grupo que recebeu IT alogenico nao apresentou centros germinativos primarios ou secundarios, mostrando uma maior hiperplasia paracortical difusa, Atraves do modelo do linfonodo popliteal nos concluimos a participacao da via...(au)
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 1999. 99 p. ilus.
Coleções