Show simple item record

dc.contributor.authorMoraes, Zilca Rossetto de [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T23:00:37Z
dc.date.available2015-12-06T23:00:37Z
dc.date.issued1999
dc.identifier.citationSão Paulo: [s.n.], 1999. 136 p. ilustab.
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16471
dc.description.abstractA diversidade entre o discurso instrucional e os atraentes recursos tecnoiogicos, atualmente a disposicao da crianca, priorizam a busca de estrategia discursivas que facilitem a pratica escolar. Esta realidade leva-nos observar linguagem na sua funcao pragmatica, como veiculo da informacao e interacao escolar. Para investigar esta questao, realizei uma pesquisa, cujo objetivo verificar a funcionalidade da memoria de trabalho no papel de mediadora entre estilos linguisticos e aprendizagem escolar. A amostra analisada foi retirada do reconto da historia 0 urubu e as pombas, a partir de quatro tecnica linguisticas diferentes. Para a comprovacao dos dados foi utilizado o Modelo d Gramatica de Historia, de MANDLER & JOHNSON (l977) e o Modelo d EfiCiência na Transmissao do Significado, de LABOV (l972). A analise do resultados permitiu inferir que, em criancas de terceira serie do Primeiro Grau que saibam ler, o estilo linguistica que mais favorece a memorizacao e a leitura oral e o reconto, ambos pela crianca. O segundo estilo e a leitura silenciosa reconto, tambem pela propria crianca. O estilo linguistica que menos favorece memorizacao e a leitura oral, realizada pelo entrevistador e o reconto pela crianca. Alem disso, os resultados revelaram, de acordo com varios autores consultados, que os testes de memoria, atraves da leitura de historias, fornecem melhores resultados do que atraves de testes de digitos e de relacao de palavras. Portanto, o reconto de historia e um forte indicador da expressao da linguagem, podendo significar tambem uma fonte promissora de recursos para novas pesquisaspt
dc.format.extent136 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectLinguagempt
dc.subjectCriançapt
dc.subjectAprendizagempt
dc.subjectMemóriapt
dc.subjectDesenvolvimento da Linguagempt
dc.titleEstilos de inguagem como facilitadores da memoriapt
dc.title.alternativeLanguage styls as facilitators of memoryen
dc.typeTese de doutorado
dc.identifier.fileepm-016183.pdf
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusUniversidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicinapt


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record