Isoforma de baixa massa molecular da enzima conversora de angiotensina I

Nenhuma Miniatura disponível
Data
1999
Autores
Marques, Georgia Daniela Marcusso [UNIFESP]
Orientadores
Casarini, Dulce Elena [UNIFESP]
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Enzima conversara de Angiotensina (ECA) ou kininase li e uma dipeptidil-carboxipeptidase (EC 3.4.15.1) que inativa bradicinina e converte angiotensina I (AI) em Angiotensina II (AII) a qual exerce varias funcoes fisiologicas e patofisiologicas. Em estudos anteriores de nosso grupo, foram purificadas de urina de individuos normotensos por cromatografia, duas formas de ECA com massa molecular de 170 e 65 kDa. Na urina de individuos hipertensos, foram encontrados, tambem por cromatografia, dois picos com atividade da ECA, com massa molecular de 90 e 65 kDa sendo que a ECA de 170 kDa nao foi detectada. A proposta deste trabalho foi verificar utilizando modelos experimentais se na urina de ratos normotensos e hipertensos nos encontrariamos o mesmo perfil da urina de individuos normotensos e hipertensos. Para tanto, neste estudo purificamos e caracterizamos as isoformas de ECA da urina de ratos normotensos Wistar Kyoto (WKY), ratos espontaneamente hipertensos (SHR), ratos um rim/um clipe (1K1C), ratos tratados com deoxicorticosterona e salina (DOCA-Sal) e seu controle nao tratado, ratos espontaneamente hipertensos stroke prone (SHR-SP), ratos SHR tratados com enalapril (SHR/Enalapril) e ratos Brown Norway (BN). A urina dos grupos normotensos WKY e BN cromatografada apresentou dois picos de atividade sobre Hipuril-L-His-L-Leu (HHL); WKl/BN-1 e WK-2/BN-2 com massas moleculares de 190 e 65 kDa respectivamente. As urinas dos ratos SRH, SHR-SP e SHR/Enalapril apresentaram perfil cromatografico diferente do encontrado nas urinas dos ratos normotensos, sendo identificadas uma ECA de 80 kDa denominada S1, SP-1 e Sen-1 e uma segunda com massa molecular de 65 kDa denominada S-2, SP-2 e SEN-2. Ja na urina dos ratos com hipertensao experimental (1KlC, DOCA-Sal controle e DOCA-Sal), o perfil cromatografico foi semelhante ao encontrado no grupo de ratos normotensos. Nestas, obtivemos dois picos de atividade sobre HHL: o primeiro (C-1, CD-1 e D-1) correspondendo a enzima de 190 kDa e o segundo (C-2,CD-2 e D-2), a de 65 kDa. Para caracterizacao enzimatica foram utilizadas as enzimas purificadas a partir da urina de ratos WKY, SHR e 1K1C. As enzimas WK-1 (190 kDa) e WK-2 (65kDa) foram escolhidas por representarem o controle normotenso; ja as enzimas S-1 (80 kDa) e S-2 (65 kDa) do grupo SHR caracterizam o grupo geneticamente hipertenso, pelo fato do perfil cromatografico diferente de encontrado no grupo normotenso no que se refere a ECA S-1 (80 kDaO e para ...(au)
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 1999. 83 p. ilus., tab.