Show simple item record

dc.contributor.authorSouza, Maria Angela de [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T23:00:23Z
dc.date.available2015-12-06T23:00:23Z
dc.date.issued1999
dc.identifier.citationSão Paulo: [s.n.], 1999. 88 p. tab., graf.
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16301
dc.description.abstractA quimioterapia primaria vem sendo cada vez mais utilizada nos estadios iniciais do cancer de mama, permitindo uma avaliacao in vivo da quimio-sensibilidade, bem como, observar quais pacientes poderao se beneficiar com esta forma de tratamento. O objetivo deste trabalho foi avaliar a expressao do antigeno nuclear de proliferacao celular (PCNA) como parametro de resposta a quimioterapia primaria, utilizando o esquema de Ciclofosfamida, Methotrexate e 5-Fluorouracil por tres ciclos, em pacientes com carcinoma de mama estadio II, utilizando parametros histopatologicos e clinicos. Os especimes obtidos pela biopsia incisional e os resultantes da mastectomia foram fixados em formol a 1O por cento, corados pela HE e, posteriormente, procedeu-se a reacao imuno-histoquimica (PC 10 DAKO code n.§ M 0879, Denmark A/S). Avaliou-se a imunoexpressao do antigeno nuclear de proliferacao celular (PCNA) no nucleo de, no minimo, 1000 celulas epiteliais, contadas utilizando-se sistema computadorizado de analise digital Kontron Imaging System KS-300, com aumento de 4OOX. A porcentagem de celulas coradas pelo PCNA, observadas no Tempo A (antes da quimioterapia), foi 54,71 por cento e, no Tempo B (apos a quimioterapia), 34,40 por cento. A analise estatistica dos resultados mostrou ser esta diminuicao significante (p=O,O4l). Observamos tambem resultados si-gnificantes ao compararmos os indices medios de PCNA com o grau histologico GII/GIII [Tempo A = 63,15 por cento e Tempo B = 38,70 por cento (p= O,049)] e nos casos de resposta clinica presente [Tempo A =53, 1O por cento e Tempo B = 34,40 (p= O,011)]. Nao observamos relacao significante entre os indices medios de PCNA com o estado linfonodal axilar e o estado menstrual (pre e pos-menopausa). Podemos inferir que a quimioterapia agiu nos tumores mais agressivos que possuem maior numero de celulas em proliferacao. Assim, e possivel deduzir que o PCNA pode ser utilizado como parametro de resposta a quimioterapia, auxiliando na selecao de pacientes que serao beneficiadas com a quimioterapia primaria e, assim, possibilitando a especificidade terapeuticapt
dc.format.extent88 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectNeoplasias da Mama/quimioterapiapt
dc.subjectAntígeno Nuclear de Célula em Proliferaçãopt
dc.titleExpressao do antigeno nuclear de proliferacao celular (PCNA) no carcinoma de mama estadio II como parametro de resposta a quimioterapiapt
dc.title.alternativeExpression of proliferating cells of nuclear antigen (PCNA) in breast stage II as response parameter to chemotherapyen
dc.typeDissertação de mestrado
dc.identifier.fileepm-016009.pdf
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusUniversidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicinapt


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record