Nefrotoxicidade e morte celular (apoptose ou necrose) induzida pela cisplatina ao longo do nefron

Show simple item record

dc.contributor.author Camargo, Simone Mafalda Rodrigues [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:00:21Z
dc.date.available 2015-12-06T23:00:21Z
dc.date.issued 1999
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 1999. 101 p. ilus.,tab.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16276
dc.description.abstract A nefrotoxicidade e o fator limitante do antineoplasico cisplatina. Pelo fato de que a cisplatina afeta porcoes distintas do nefron, investigamos o efeito de duas concentracoes de cisplatina (l ou lOOmM) em quatro linhagens diferentes de celulas: celulas mesangiais (CMI), celulas tubulares proximais (LLC-PKl), celulas tubulares distais (MDCK) e celulas de ducto coletor de medula interna (IMCD). O corante fluorescente para nucleos Hoechst 33342 foi empregado para quantificar as taxas de apoptose ( por cento), a eletroforese de DNA em gel de agarose, o metodo de TUNEL e a citometria de fluxo foram tambem utilizados. O metodo de exclusao utilizando acridina orange e brometo de etideo foi utilizado para avaliar a viabilidade celular ( por cento). A viabilidade das celulas CMI diminuiu com a cisplatina 100 mM apos 24 h (43,7n5,1/ 24 h; medianEPM, *p<O,O5, n=4). No entanto, a taxa de apoptose nao foi modificada, sugerindo assim necrose. Com a cisplatina lmM, as taxas de apoptose aumentaram apos 72 h (l3,8n3,4 por cento*) e a viabilidade nao mudou. Nas celulas LLC-PKL e MDCK, a apoptose aumentou com cisplatina 100 mM apos 24 horas (LLC-PKl: 82,0n5,7 por cento* e MDCK: 93,5n4,4 por cento*) e novamente, a viabilidade nao foi modificada. Com a cisplatina lmM a apoptose e a viabilidade nao foram modificadas. As celulas IMCD com cisplatina 100 mM apos 48 h tiveram a sua viabilidade diminuida (28,0n4,1 por cento*), a taxa de apoptose aumentou, mas menos que nas celulas LLC-PKL e MDCK (27,9n7,1 por cento/24h*). Com cisplatina l mM apos 72 h houve aumento da apoptose (20,0n6,7 por cento*). Apos determinar que a morte foi tipo, concentracao e tempo dependente, analisamos o mecanismo molecular envolvido nas celulas LLC-PKL e MDCK. Observamos que o inibidor da caspase-3 (z-DEVD-fmk) reduziram as taxas de apoptose em 36 por cento nas celulas LLC-PKL (l6OmM) e 91 por cento nas MDCK (l6mM). A expressao da proteina p53 foi aumentada em 12 por cento nas MDCK e diminuiu 21 por cento nas LLC-PKL tratadas com cisplatina quando analisadas pelo Western blot. O envolvimento da concentracao do calcio intracelular ([Ca 2+]i) e da peroxidacao lipidica no mecanismo de morte foram avaliadas. cisplatina nao mudou a [Ca2+]i quando analisada fluorimetricamente, assim como o bloqueador de canais de calcio, nifedipina, nao mudou as taxas de apoptose nas celulas tratadas com cisplatina. Os niveis de peroxidacao lipidica tambem nao foram modificados. Em conclusao...(au) pt
dc.format.extent 101 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Cisplatino pt
dc.subject Apoptose pt
dc.subject Técnicas de Cultura de Células pt
dc.title Nefrotoxicidade e morte celular (apoptose ou necrose) induzida pela cisplatina ao longo do nefron pt
dc.title.alternative Nefrotoxicitity and celular death (apoptosis or necrosis) induced by cisplatin along or nephron en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-015984.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account