Paralisia cerebral

Nenhuma Miniatura disponível
Data
1999
Autores
Seacero, Luciana Furtado [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O presente trabalho teve como objetivo avaliar as caracteristicas motoras orais (denticao, orgaos fonoarticulatorios, a presenca de reflexos orais e as funcoes neurovegetativas) e fatores relacionados a alimentacao (historico alimentar, utensilios usados na alimentacao, posturas das criancas e reflexos tonicos). A relacao entre os aspectos do historico alimentar (aleitamento materno, uso da sonda nasogastrica, e a idade de Introdução dos alimentos conforme a textura) e as funcoes neurovegetativas (succao, mastigacao e degluticao) em criancas portadoras de PC com espasticidade e quadriplegia, tambem foram avaliados. Foram avaliadas 30 criancas portadoras de PC com espasticidade e quadriplegia, nas idades entre 18 meses e 6 anos, que foram encaminhadas ao setor de fonoaudiologia do Lar Escola Sao Francisco - UNIFESP/EPM. As avaliacoes foram realizadas por meio da observacao clinica e pelo questionamento ao cuidador, baseadas em um protocolo, onde constaram questoes referentes ao historico alimentar, denticao, orgaos fonoarticulatorios, reflexos orais, funcoes neurovegetativas, respiracao, postura de alimentacao e reflexos tonicos. Os fatores positivos (que seriam esperados nas criancas avaliadas) encontrados de forma significante foram os aspectos relacionados ao historico alimentar, orgaos fonoarticulatorios, uso da colher de forma adequada, as caracteristicas do bico da mamadeira, a succao com a mamadeira e a degluticao. Como fatores negativos (que nao seriam esperados nas criancas avaliadas) presentes de forma significante, encontramos a presenca de reflexos orais (Reflexo de Procura, Reflexo de Succao, Reflexo de Mordida Tonica e Reflexo de Vomito anteriorizado) alteracoes na denticao, e reflexos tonicos (Reflexo Tonico Cervical Assimetrico, Reflexo Tonico Cervical Simetrico, Reflexo Tonico Labirintico e Reflexo de Moro). A influencia dos aspectos relacionados ao historico alimentar (amamentacao materna, uso da sonda nasogastrica, e Introdução de alimentos conforme a textura na idade esperada) sobre as funcoes neurovegetativas (succao, mastigacao e degluticao) nao foi significante, ou seja, os aspectos do historico alimentar, nao foram determinantes para as alteracoes encontradas nas funcoes neurovegetativas estudadas. Desta forma pudemos verificar e ressaltar algumas alteracoes que poderiam ser trabalhadas no processo de reabilitacao, para que a sua interferencia no desenvolvimento da crianca portadora de PC, fosse minimizado...(au)
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 1999. 122 p. tab.
Coleções