Mutacao GLY40SER no gene receptor do glucagon

Show simple item record

dc.contributor.author Shiota, Debora [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:00:13Z
dc.date.available 2015-12-06T23:00:13Z
dc.date.issued 1999
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 1999. 91 p. ilus., tab.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16162
dc.description.abstract O glucagon exerce papel importante na homeostase da glicose, estimulando atraves de seus proprios receptores, a producao hepatica de glicose e a secrecao de insulina. Recentemente, uma mutacao Gly4OSer no gene do receptor do glucagon foi descrita como associada ao diabetes mellitus do tipo 2 (DM tipo 2) em alguns grupos populacionais. Os objetivos deste estudo foram investigar uma possivel associacao da mutacao Gly4OSer com o DM tipo 2 em nosso meio, assim como avaliar as implicacoes in vivo da presenca desta mutacao na funcao da celula b e na resposta glicemica ao glucagon. Foram analisados 115 individuos com DM tipo 2 (mediana de 53 anos) e 115 individuos nao diabeticos, sem antecedentes familiares em 1º grau de diabetes (mediana de 48 anos) (p=O,273). A mutacao foi detectada em dois dos individuos diabeticos (1,7 por cento) e em quatro dos individuos nao diabeticos (3,5 por cento) (p=O,679). Alem disto, investigamos 11 familiares em lº grau dos dois pacientes diabeticos afetados e a mutacao estava presente em tres deles: diabetes mellitus foi diagnosticado em dois individuos (60 e 62 anos) e tolerancia a glicose normal em um (32 anos). As implicacoes fisiopatologicas da presenca desta mutacao foram avaliadas atraves da administracao endovenosa de 1mg de glucagon com dosagens do peptideo C (O e 6 min) e da glicemia (O, 30, 60, 90 e 120 min); primeira fase da secrecao insulinica (1 + 3 min) no teste endovenoso de tolerancia a glicose; razao molar pro-insulina / peptideo C basais e valores do glucagon plasmatico basal. Verificou-se que entre os individuos diabeticos, os portadores da mutacao apresentavam valores do peptideo C de jejum inferiores aos dos diabeticos sem a mutacao (O,70 ng/ml vs. I,50 ng/ml; p=O,OO8), assim como a area sob a curva do peptideo C (O e 6 min) (8,56 ng.min/ml vs. 12,90 ng.min/ml; p=O,OO4). No entanto, nao foram encontradas diferencas na resposta glicemica ao glucagon, primeira fase da secrecao insulinica no teste endovenoso de tolerancia a glicose, razao molar pro-insulina / peptideo C basais e glucagon basal entre os dois grupos. Nos individuos com tolerancia a glicose normal, portadores e nao portadores da mutacao, nao foram observadas diferencas significantes em nenhum dos parametros avaliados. Em conclusao, nao verificamos associacao entre a presenca da mutacao Gly4OSer no gene do receptor do glucagon e o DM tipo 2 na populacao estudada...(au) pt
dc.format.extent 91 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Receptores de Glucagon pt
dc.subject Diabetes Mellitus Tipo 2 pt
dc.subject Insulina/secreção pt
dc.subject Mutação pt
dc.title Mutacao GLY40SER no gene receptor do glucagon pt
dc.title.alternative Gly4oSer in the glucagon receptor gene: association study with type 2 diabetes mellitus and beta-cell function en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-015853.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account