Significado da alteração da alanina aminotransferase em doadores de sangue

Show simple item record

dc.contributor.advisor Ferraz, Maria Lucia Cardoso Gomes [UNIFESP]
dc.contributor.author Khouri, Sandra Tuma [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:00:12Z
dc.date.available 2015-12-06T23:00:12Z
dc.date.issued 1999
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 1999. 86 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16131
dc.description.abstract De 408 pacientes encaminhados de bancos de sangue com alteracao da alanina aminotransferese (ALT) e com HBsA9 e anti-HCV negativos, foram estudados 359, avaliando-se os caracteristicas epidemiologicas, clinicas, sorologicas e histopatologicas. Destacaram-se, com maior frequencia, a obesidade (81 por cento ) e o consumo de alcool (74 por cento ); a associacao da obesidade e do consumo de alcool ocorreu em 55 por cento dos casos. Foram detectados 5 casos (l,4 por cento ) de infeccao pelo virus da hepatite C, cujas sorologias haviam sido negativos no banco de sangue. Apos seis meses de acompanhamento, os doadores foram divididos em dois grupos: Grupo I (normalizou a ALT ate o sexto mes) e Grupo II (ALT persistentemente alterada). No grupo que permaneceu com ALT elevada houve, em relacao ao grupo I, predominio do sexo masculino, maior nivel de ALT do banco de sangue e maior prevalencia de hepatomegalia, obesidade e anti-HCV positivo (P< O,001). No Grupo II, apos os seis meses, foi indicado biopsia hepatica, realizado em 49 pacientes (22 por cento do grupo). O achado histologico mais frequente foi a esteatose hepatica (67 por cento ), seguido de figado reacional (8 por cento ); esteato-hepatite (6 por cento ), hepatite cronica (6 por cento ), esquistossomose (4 por cento ), fibrose portal (2 por cento ), doenca hepatobiliar (2 por cento ); 4 por cento dos biopsias fori2rn inconclusivcls. A ultra-sonografia de abdome (US), quando comparado com os resultados de biopsia hepatica, mostrou uma baixa concordancia (kappa= O,39); porem, no compararmos US e biopsia hepatica em relacao ao diagnostico de esteatose hepatica, houve uma boa concordancia (kappa= O,56), com uma sensibilidade de 77 por cento , especificidade de 89 por cento e acuracia de 80 por cento . Ao compararmos os diferentes graus de esteatose e a presenca de esteato-hepatite com a intensidade da obesidade, observamos uma tendencia de associacao entre as duas variaveis(P=0,07). ). Entretanto, diferentes niveis de consumo de alcool nao se relacionaram com graus de infiltracao gordurosa hepatica. Apesar do consumo de alcool ter sido um fator frequente nessa casuistica, a doenca hepatica alcoolica nao pareceu representar importante papel na elevacao da ALT. Por fim, a ALT foi um exame util para detectar casos de infeccao pelo virus C, que nao havia sido previamente diagnosticados no exame de triagem sorologica do banco de sangue pt
dc.format.extent 86 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Doadores de Sangue pt
dc.subject Alanina Transaminase pt
dc.subject Blood Donors en
dc.subject Alanine Transaminase en
dc.title Significado da alteração da alanina aminotransferase em doadores de sangue pt
dc.title.alternative Significance of elevated alanine aminotransferase levels in blood donors en
dc.type Dissertação de mestrado
dc.identifier.file epm-015820.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account